O Mistério do Círculo - Leandro Luzone


Nome do livro: O Mistério do Círculo
Autor: Leandro Luzone
Páginas: 432
Lançamento: 2010
Editora: Novo Século


Sinopse: Em Londres, no século XXI, um padre e uma sacerdotisa de uma antiga ordem mística, conhecida como Círculo, envolvem-se em um inusitado caso de amor e tentam ajudar a Scotland Yard a descobrir a identidade do assassino, chamado pela imprensa britânica de O Inquisidor de Londres. Todas as suspeitas apontam a participação da Congregação para a Doutrina da Fé – um órgão da Igreja que substituiu a Inquisição – nos assassinatos das sacerdotisas com instrumentos de tortura e execução.


O mistério do círculo é o primeiro romance do autor, onde ele disponibiliza muitas informações, demonstrando que tem um vasto conhecimento sobre o que é dito no livro e esbanja dos detalhes sobre Londres, onde a maior parte do livro se passa.

No livro é abordado uma série de assassinatos que é investigado pelo detetive Morenton e seu ajudante Gilly. Enquanto isso Gianluca Bonera, um padre, procura o laboratório Life, onde Ayna Fulke trabalha, querendo saber sobre o andamento das pesquisas com células-tronco para o mal de Alzheimer, a fim de que sua mãe pudesse ser tratada.

Ayna se sente atraída pelo padre e o mesmo acontece com ele, mas esse romance é dificultado pelo fato de o padre ter prometido celibato (não pode ter relações sexuais), e então é formada apenas uma grande amizade rodeada de companheirismo, respeito e confiança.

Depois de duas sacerdotisas serem assassinadas, Ayna procurou Bonera e preocupada com os atuais acontecimentos contou o seu segredo – ela era uma sacerdotisa do Círculo (antiga religião pouco conhecida atualmente). Desde então a grande amizade de Ayna e Bonera ficou mais forte, onde eles se consolavam e se confortavam pelos problemas que estavam passando.

“Agora, Bonera roçou as costas com as unhas, procurando concatenar as ideias, enquanto a mente parecia estourar. Nunca poderia imaginar que Ayna além de cientista, era uma sacerdotisa.” (Página 79)

Depois de conversarem, resolveram entrar em contato com o detetive encarregado do caso para saber mais informações sobre o assassinato e descobriram que as sacerdotisas haviam sido mortas com instrumentos da Inquisição, a qual a muito tempo atrás era uma sociedade que matavam mulheres por eles consideradas “bruxas” (sacerdotisas).

O Círculo é composto por oito sacerdotisas, cada uma responsável por uma sociedade Sabá que o constitui. Cada sociedade tem uma data para realização de sua cerimônia e o serial killer escolhia exatamente essas datas para executar as sacerdotisas.

Mesmo com o detetive empenhado nesse caso, os assassinatos continuam – ainda com instrumentos da Inquisição – e ele conta com a ajuda de Ayna e Bonera, enquanto eles se envolvem cada vez mais, até que Ayna o convida para conhecer o Círculo.

O autor escreve bem e de forma a prender o leitor, distribuindo perfeitamente a história entre os assassinatos e o romance. Luzone descreve bastante a morte das vítimas e todos os locais citados na trama. O livro consegue transmitir bastante conhecimento ao leitor, vale a pena ler!



Classificação (0 a 5): 4



Photobucket

4 comentários:

  1. Tanto detalhismo não deixa a leitura cansativa?
    Bjs, Rose

    ResponderExcluir
  2. Oi Léo!
    Nunca tinha ouvido falar deste livro. Gostei da história! Entrando para a lista... Beijos

    ResponderExcluir
  3. Oi Léo. Não conhecia o livro nem o autor mas me interessei muito, sempre gosto de histórias de investigação e esse ainda mistura "bruxaria", adorei. bj

    ResponderExcluir
  4. Olá Léo!

    O livro mistura temas que costumam ser polêmicos ao se falar da Igreja Católica, como a Inquisição e o Celibato. Me lembro que Igreja era até contra o uso de células-tronco embrionárias para tratamentos médicos, o que bate de frente com a busca de Gianluca pela cura de sua mãe.
    Acho que para quem gosta de mistério e polêmica, esse livro é uma boa pedida.

    Um abraço!

    ResponderExcluir