Outlander - A Viajante do Tempo - Diana Gabaldon


Outlander - A Viajante do Tempo
Autora: Diana Gabaldon
Editora: Saída de Emergência Brasil
800 páginas
Original:Outlander
Sinopse: Claire, a protagonista de A viajante do tempo, é uma mulher de personalidade forte, lutando para se manter num mundo de homens violentos, que busca seu verdadeiro amor enquanto participa de importantes acontecimentos da história. Claire Beauchamp Randall foi separada de seu marido Frank pouco depois da lua-de-mel, quando ele foi convocado para lutar na Segunda Guerra Mundial. Ao final do conflito, Claire e Frank se reencontram e retomam a vida que tinham em comum numa viagem a Escócia. Mas o reencontro não ocorre da forma esperada. Parece haver entre a esposa e o marido um distanciamento muito maior do que aquele causado pelos anos de guerra. Ao visitar uma antiga e mística formação de rochas, Claire finalmente vai conhecer seu destino.

Atenção, leitores! Para quem quiser começar a ler Outlander, observe as reações adversas que o livro pode causar:
- Suspiros
- Encantamento
- Angústia
- Lágrimas
- Raiva de alguns personagens específicos
- Vontade louca de ir para a Escócia
- Vontade de ouvir músicas escocesas
- Vontade de aprender gaélico
- Mais suspiros

Gente, o que dizer de Outlander? Lindo, épico, emocionante, desesperador, envolvente... Isso só para dizer alguns dos adjetivos. Quando Claire, uma mulher dos anos 50 que foi enfermeira na Segunda Guerra Mundial, toca as pedras místicas de Craig na Dun, nós viajamos junto com ela.

Apesar de 800 páginas, você simplesmente não tem como achar o livro entediante. Todas as conversas, todas as ações e, principalmente, o romance entre Jamie Fraser e Claire Beauchamp fazem cada página passar voando.

Mas para aqueles ou aquelas que esperam um livro ao estilo romance de banca, um aviso: Diana Gabaldon retrata a época fielmente. Então, Jamie é um homem típico das Highlands escocesas da vida real e não dos livros açucarados. Tendo em vista a mentalidade da época, ele ainda assim consegue arrancar suspiros com seu charme e seu amor incondicional a Claire. A narrativa cruel de Gabaldon mostra o quanto Jamie faz tudo por ela, inclusive em algumas situações que nos fazem ficar sem fala.

Claire, a  "Sassenach" de Jamie, é uma das melhores mocinhas que já vi. Um pouco imprudente e impulsiva, mas extremamente corajosa, confiante e sem frescuras. Imagina só, gente, a mulher ir parar numa época que não tinha luz elétrica e conseguir sobreviver de cabeça erguida e mantendo sua personalidade. 
Ainda assim, enquanto eu sem dúvida admitia as inconveniências e óbvios perigos daquele lugar, também tinha que admitir que apreciava muitos dos seus aspectos. Se viajar era incômodo, não havia enormes extensões de concreto cobrindo os campos nem qualquer barulho ou carros com seus escapamentos fedorentos - invenções com seus próprios perigos, lembrei a mim mesma. A vida era muito mais simples e as pessoas também. (Página 527)
O livro retrata toda a crueza e crueldade de uma época que era terrível para as mulheres - e até para os homens- mas também de toda a beleza das paisagens, da cultura escocesa, das tradições, do misticismo, do poder do amor, da força de vontade e coragem das pessoas nas Highlands. Conseguir colocar o panorama de lutas entre clãs e acontecimentos históricos em forma poética e deliciosa de ler é um crédito de Diana Gabaldon que a fez entrar na hall dos meus escritores favoritos.

Não sei se todo mundo sabe mas a coleção Outlander já havia sido lançada aqui no Brasil pela Rocco, mas com os preços altos e a dificuldade de completar a coleção, foi simplesmente maravilhoso que a Saída de Emergência Brasil tenha decidido republicar a série. A capa é linda, os detalhes em textura diferente são interessantes e os mesmos emblemas serem dispostos ao longos das partes são detalhes que mostram o cuidado com a edição. Só senti falta dos detalhes xadrez que são típicos dos trajes escoceses, mas afora isso, adorei a capa.


A Viajante do Tempo
A capa do livro lançado pela Rocco

A Dé já resenhou vários livros da coleção, mas como a série ganhou um novo lançamento, nada mais justo do que apresentar outra resenha - e fazer as pessoas conhecerem mais o livro. 

Sobre a série, eu estou amando. Mas isso é assunto pra outro post. Então, de todo o modo, leiam Outlander! Ele vale cada centavo que você gastar e cada página!

Confira a série:
- A viajante do tempo
- A libélula no âmbar
- Resgate no Mar 
- Tambores de Outono 
- A Cruz de fogo 
- Um sopro de neve e cinzas 
- Ecos do futuro 
- Written In My Own Heart’s Blood 


Confira o trailer da série:



Avaliação (de 0 a 5): 5,0




Photobucket

5 comentários:

  1. Oi Mika,
    Eu fiquei bem curiosa com este livro. Na bienal ano passado quase comprei A libélula o âmbar, mas como vi que era parte de série e não sabia se era o primeiro, deixei lá.
    Adorei a lista de reações que o livro causa. As descrições são imprescindíveis e as terras altas são muito bonitas a julgar pelas imagens que vejo. =)
    Claire vai fazer uma viagem e tanto, gostei da escolha do método. Adoro esse tema.
    Pena que de certa forma vai ter um triângulo amoroso... já não gostei desse aspecto.
    Ótima resenha. =)

    ResponderExcluir
  2. Ah, sabia que você iria amar esse livro... agora entende porque eu sou apaixonada por essa série, né??
    Estou ansiosa para que você leia o segundo, assim a gente pode comentar tudo...kkkk

    beijos,

    ResponderExcluir
  3. Oi Mika, amei o livro, mesmo achando o início, apenas o início meio chato. Claire é realmente uma grande mulher e é impossível não suspirar por Jamie. Já viu a série na tv? Eu vi e está perfeita!
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  4. Olá Mika!
    Estou acompanhando a história da Claire pela televisão, mas prometo que nas minhas próximas compras esse livro estará na cesta! Pelo o que eu já assistir da série posso garantir que é maravilhosa, viciei.
    P.S: A capa ficou bem mais bonita agora rsrs

    Beijos,
    Leo

    ResponderExcluir
  5. Dani,
    As Terras Altas são lindíssimas mesmo, tanto pela série quanto pela própria descrição do livro. O triângulo existe, mas não é chato e não a maioria das pessoas torce por um certo escocês rs
    Mas leia logo pra gente poder discutir o que achou rs

    Dé,
    Entendo demais. Pior que essa Diana Gabaldon é tão cruel.... Mas mal posso esperar mesmo pra ler o segundo pela editora!

    Rose,
    Eu acho o livro todo muito bom, mas quando Claire vai pra Escócia antiga é que a história fica bem mais impossível de ser deixada de lado rs
    Estou acompanhando a série e estou amando! Uma delicadeza de detalhes, uma trilha sonora linda e ótimos atores! Estamos planejando um post sobre ela.

    Léo,
    Pois pode colocar esse livro na cestinha pra já! A série é um trabalho espetacular e consegue transportar muito do livro, é incrível. Eu também achei a capa mais bonita, mas só senti falta de algo mais escocês... Mas tá linda, muito criativa.

    Bjs!

    ResponderExcluir