O Inimigo Secreto - Agatha Christie

Nome do Livro: O Inimigo Secreto
Autora: Agatha Christie 
Páginas: 222
Ano de Lançamento: 1922
Sinopse: Cansados da rotina, dois jovens decidem fundar uma empresa nada convencional, especializada em investigações, a Jovens Aventureiros Ltda. O primeiro caso era um desafio que intrigava a Scotland Yard: o desaparecimento da americana Jane Finn, levando com ela documentos secretos que poderiam comprometer o governo inglês. Mas Thomas Beresford e Prudence Cowley — ou simplesmente Tommy e Tuppence — não são os únicos interessados em descobrir o paradeiro desses papéis. A mesma busca é empreendida por um homem misterioso e perigoso, conhecido como Sr. Brown, um mestre na arte do disfarce, que pode aparecer do nada e desaparecer em seguida sem deixar qualquer rastro. Este enredo arquitetado por Agatha Christie com maestria e final surpreendente justifica o sucesso deste thriller desde o lançamento de sua primeira edição na Inglaterra.
O Inimigo Secreto foi uma surpresa para mim. Não pelo mistério em si, mas sim pelos espetaculares personagens: Tommy e Tuppence. Mas calma que eu explico! 

Os livros que li da autora apresentavam como personagem principal o famoso detetive Hercule Poirot e já éramos surpreendidos com um assassinato logo nas primeiras páginas. Em O Inimigo Secreto é diferente. 

A trama começa em meio ao caos, no navio Lusitania que está afundando rapidamente. Em meia a correria de pessoas gritando, desesperadas para pegar um bote e se salvar, uma jovem é abordada por um homem misterioso que a questiona sobre sua nacionalidade. Depois de dizer que é norte-americana e patriota, Jane Finn é surpreendida por um pedido um tanto quanto diferente. 

Como mulheres e crianças embarcam primeiro nos botes, o homem pede que a moça leve consigo um documento muito importante e que tome todo o cuidado, esperando que ele entre em contado através de um anúncio no jornal. 

Anos depois, a moça está desaparecida e junto, os documentos tão importantes que, após a Primeira Guerra Mundial, poderiam comprometer o governo. 
Cansados de não ter dinheiro, os jovens amigos Thomas Beresford (Tommy) e Prudence Cowley (Tuppence – chamada assim desde pequena) decidem criar a Jovens Aventureiros Ltda., e colocam no jornal um anúncio dizendo que aceitam qualquer tipo de trabalho desde que o pagamento seja razoável. 

São contratados para encontrar Jane Finn e descobrir o que a moça fez com os documentos quando desembarcou. A história começa a partir desse ponto e os Jovens Aventureiros logo descobrem que não são os únicos que estão na busca por resposta. O Sr. Brown e seus comparsas (homem do crime) também estão interessados nos documentos e vão usar de toda a sua influência e esperteza para conseguir o que desejam.

O mistério até que é divertido, mas confesso que só fui me envolver realmente nas últimas páginas, quando consegui desvendá-lo antes mesmo da autora nos revelar a verdade. É a primeira vez que isso acontece em um livro da Agatha que eu tenha lido. 

O que me chamou atenção foram Tommy e Tuppence que são personagens incríveis e incomuns. Tommy a princípio não demonstra ser o mais inteligente dos rapazes, mas ao desenrolar da história ele tem umas sacadas geniais e me conquistou pela sua forma de pensar. Já Tuppence, é descrita como uma ‘otimista incurável’. Ela é esperta, audaciosa e não tem papas na língua. Com certeza é uma mulher que se comporta diferente para os padrões da sua época. 
Ao longo dos acontecimentos um sutil romance entre os nossos protagonistas parece acontecer, mas esse não é o foco da história.

O Inimigo Secreto é o segundo livro da Agatha e talvez isso e o fato de o livro começar diferente do que estou acostumada, tenha feito com que eu não me prendesse realmente na história.

É um livro que eu recomendo para quem já conhece outras obras da autora e tem curiosidade em saber um pouco mais sobre seus outros detetives famosos, porém, se você está começando agora a ler livros policiais e que envolvem mistérios, aconselho a procurar outros livros mais famosos da Rainha do Crime.

Sobre a Aline
Aos 20 anos, a Aline é sonhadora, engraçada e tagarela. Tem um jeito todo próprio de enxergar o mundo e as pessoas que conhece. Mora em Santo André – SP com sua mãe, seu padrasto e duas irmãs e está cursando o segundo semestre de Odontologia. Gosta de café, de dias chuvosos e de ler (muito, é claro – e em qualquer lugar). O dia perfeito, para ela, é quando consegue juntar essas três coisas (cobertores e uma cama quentinha também são bem vindos).  Nos finais de semana gosta de sair para dançar e bater papo com os amigos. Também é viciada em séries e em comidas gostosas (chocolate não pode faltar). Acredita sinceramente que o mundo se transforma em um lugar melhor toda vez que alguém decide ler um livro. Começou a ler desde bem pequena e, como toda apaixonada por livros, passava horas perdida nas histórias que lia. Hoje, procura ler sempre um pouco de tudo, e gosta desde as histórias macabras e assustadoras do Stephen King, até os chick-lits divertidos da Marian Keyes. Seu livro preferido é Orgulho e Preconceito, da Jane Austen, e deseja, secretamente, algum dia encontrar um Mr. Darcy perdido por aí.

12 comentários:

  1. Oi Aline,
    Gosto da Agatha, mas sou apaixonada pelo Poirot, saber que ele não está neste livro me desanimou bastante. Porém o mote e muito bom. Quem sabe futuramente não dou uma chance aos Jovens aventureiros. =)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Dani, também fiquei meio assim no começo porque todos os livros que tinha lido da Agatha eram com o Poirot. Mas me surpreendi com Tommy e Tuppence... Quem sabe isso também não acontece com você?! Haha
      Beijos

      Excluir
  2. Eita, até hoje só li um livro da autora, O caso dos dez negrinhos, e morri de medo... depois disso não li mais nada... tenho curiosidade em ler os livros onde o Poirot aparece, mas esse me pareceu bem legal... vou ver se acho.

    beijos,

    ResponderExcluir
  3. Oi Aline, também fiquei surpresa com esta dupla quando li este livro. Foram muito bem.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  4. Oi Dé, também adoro o Poirot, ele é genial!
    Se você ler esse me conta depois o que achou.
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Oi Rose, eu também adorei eles, principalmente a Tuppence! haha quero ler outros livros com eles.
    Beijos,
    Aline.

    ResponderExcluir
  6. Adoro essa dupla de detetives, e o que mais me animou, foi a passagem do tempo nos livros deles. Dá para acompanhar da infância a velhice. Muito bom e recomendadíssimo.

    ResponderExcluir
  7. Oi Ana, com certeza vou ler os outros livros com esses personagens. Eu amo a Agatha e quero ler todos os livros dela! hahaha
    Beijos,
    Aline.

    ResponderExcluir
  8. Olá Aline,
    Gosto da maioria dos livros da Agatha e esse então... com certeza entrou para minha lista de desejados! Gosto muito de um suspense... um mistério... sempre caí bem rsrs. E que enredo é esse? Parece uma trama de gato. Gostei muito!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  9. Oi Léo, a Agatha é rainha né? ahaha Eu comecei a gostar de mistério por causa das histórias dela, leio desde criancinha!
    Quando ler me conta o que achou!
    Beijos.

    ResponderExcluir
  10. Eu adoro Agatha, mas não curto tanto os livros dos dois detetives. Talvez seja essa a razão de não ter lido estes ainda. Mas quem sabe um dia...

    liliescreve.blogspot.com

    ResponderExcluir
  11. Oi Lise, eu me surpreendi bastante com esses dois personagens, Também só lia coisas do Poirot, mas não me arrependi de ter dado uma chance para Tommy e Tuppence. Quem sabe não acontece o mesmo com você quando decidir ler né?!
    Beijos,
    Aline.

    ResponderExcluir