O Inimigo Secreto - Agatha Christie

Nome do Livro: O Inimigo Secreto
Autora: Agatha Christie 
Páginas: 222
Ano de Lançamento: 1922
Sinopse: Cansados da rotina, dois jovens decidem fundar uma empresa nada convencional, especializada em investigações, a Jovens Aventureiros Ltda. O primeiro caso era um desafio que intrigava a Scotland Yard: o desaparecimento da americana Jane Finn, levando com ela documentos secretos que poderiam comprometer o governo inglês. Mas Thomas Beresford e Prudence Cowley — ou simplesmente Tommy e Tuppence — não são os únicos interessados em descobrir o paradeiro desses papéis. A mesma busca é empreendida por um homem misterioso e perigoso, conhecido como Sr. Brown, um mestre na arte do disfarce, que pode aparecer do nada e desaparecer em seguida sem deixar qualquer rastro. Este enredo arquitetado por Agatha Christie com maestria e final surpreendente justifica o sucesso deste thriller desde o lançamento de sua primeira edição na Inglaterra.
O Inimigo Secreto foi uma surpresa para mim. Não pelo mistério em si, mas sim pelos espetaculares personagens: Tommy e Tuppence. Mas calma que eu explico! 

Os livros que li da autora apresentavam como personagem principal o famoso detetive Hercule Poirot e já éramos surpreendidos com um assassinato logo nas primeiras páginas. Em O Inimigo Secreto é diferente. 

A trama começa em meio ao caos, no navio Lusitania que está afundando rapidamente. Em meia a correria de pessoas gritando, desesperadas para pegar um bote e se salvar, uma jovem é abordada por um homem misterioso que a questiona sobre sua nacionalidade. Depois de dizer que é norte-americana e patriota, Jane Finn é surpreendida por um pedido um tanto quanto diferente. 

Como mulheres e crianças embarcam primeiro nos botes, o homem pede que a moça leve consigo um documento muito importante e que tome todo o cuidado, esperando que ele entre em contado através de um anúncio no jornal. 

Anos depois, a moça está desaparecida e junto, os documentos tão importantes que, após a Primeira Guerra Mundial, poderiam comprometer o governo. 
Cansados de não ter dinheiro, os jovens amigos Thomas Beresford (Tommy) e Prudence Cowley (Tuppence – chamada assim desde pequena) decidem criar a Jovens Aventureiros Ltda., e colocam no jornal um anúncio dizendo que aceitam qualquer tipo de trabalho desde que o pagamento seja razoável. 

São contratados para encontrar Jane Finn e descobrir o que a moça fez com os documentos quando desembarcou. A história começa a partir desse ponto e os Jovens Aventureiros logo descobrem que não são os únicos que estão na busca por resposta. O Sr. Brown e seus comparsas (homem do crime) também estão interessados nos documentos e vão usar de toda a sua influência e esperteza para conseguir o que desejam.

O mistério até que é divertido, mas confesso que só fui me envolver realmente nas últimas páginas, quando consegui desvendá-lo antes mesmo da autora nos revelar a verdade. É a primeira vez que isso acontece em um livro da Agatha que eu tenha lido. 

O que me chamou atenção foram Tommy e Tuppence que são personagens incríveis e incomuns. Tommy a princípio não demonstra ser o mais inteligente dos rapazes, mas ao desenrolar da história ele tem umas sacadas geniais e me conquistou pela sua forma de pensar. Já Tuppence, é descrita como uma ‘otimista incurável’. Ela é esperta, audaciosa e não tem papas na língua. Com certeza é uma mulher que se comporta diferente para os padrões da sua época. 
Ao longo dos acontecimentos um sutil romance entre os nossos protagonistas parece acontecer, mas esse não é o foco da história.

O Inimigo Secreto é o segundo livro da Agatha e talvez isso e o fato de o livro começar diferente do que estou acostumada, tenha feito com que eu não me prendesse realmente na história.

É um livro que eu recomendo para quem já conhece outras obras da autora e tem curiosidade em saber um pouco mais sobre seus outros detetives famosos, porém, se você está começando agora a ler livros policiais e que envolvem mistérios, aconselho a procurar outros livros mais famosos da Rainha do Crime.

Sobre a Aline
Aos 20 anos, a Aline é sonhadora, engraçada e tagarela. Tem um jeito todo próprio de enxergar o mundo e as pessoas que conhece. Mora em Santo André – SP com sua mãe, seu padrasto e duas irmãs e está cursando o segundo semestre de Odontologia. Gosta de café, de dias chuvosos e de ler (muito, é claro – e em qualquer lugar). O dia perfeito, para ela, é quando consegue juntar essas três coisas (cobertores e uma cama quentinha também são bem vindos).  Nos finais de semana gosta de sair para dançar e bater papo com os amigos. Também é viciada em séries e em comidas gostosas (chocolate não pode faltar). Acredita sinceramente que o mundo se transforma em um lugar melhor toda vez que alguém decide ler um livro. Começou a ler desde bem pequena e, como toda apaixonada por livros, passava horas perdida nas histórias que lia. Hoje, procura ler sempre um pouco de tudo, e gosta desde as histórias macabras e assustadoras do Stephen King, até os chick-lits divertidos da Marian Keyes. Seu livro preferido é Orgulho e Preconceito, da Jane Austen, e deseja, secretamente, algum dia encontrar um Mr. Darcy perdido por aí.

12 comentários:

Deixe seu comentário