A Probabilidade Estatística do Amor à Primeira Vista - Jennifer E. Smith

Com uma certa atmosfera de Um dia, mas voltado para o público jovem adulto, A probabilidade estatística do amor à primeira vista é uma história romântica, capaz de conquistar fãs de todas as idades. Quem imaginaria que quatro minutos poderiam mudar a vida de alguém? Mas é exatamente o que acontece com Hadley. Presa no aeroporto em Nova York, esperando outro voo depois de perder o seu, ela conhece Oliver. Um britânico fofo, que se senta a seu lado na viagem para Londres. Enquanto conversam sobre tudo, eles provam que o tempo é, sim, muito, muito relativo. Passada em apenas 24 horas, a história de Oliver e Hadley mostra que o amor, diferentemente das bagagens, jamais se extravia.





A Probabilidade Estatística do Amor à Primeira Vista de Jennifer E. Smith está nos meus desejados desde o ano passado... livro vai, livro vem foi ficando para trás. 

Uma pena...

Deveria ter lido logo, pois Hadley e seu karma me deixaram entretida por horas, confesso que não li de uma vez, mas se você pode sentar e ler um livro inteiro sem ninguém interromper, recomendo este título.

Inacreditável... sim, muito inacreditável.

A autora nos envolve com tamanha sagacidade e a história se desenrola em apenas vinte e quatro horas. Mas Oliver e Hadley nos fazem crer que passou uma eternidade.

Hadley tem seus dezessete anos, está brava com o pai por ter ido embora e ainda mais irritada por ter de comparecer ao casamento dele. Com uma série de contratempos ela acaba perdendo o voo e terá de aguardar três horas até embarcar.

Quatro minutos fazem toda a diferença...

Sim, afinal não fosse esse atraso ela jamais conheceria Oliver, o garoto que é gentil com ela, tem um lindo sotaque britânico e porque não dizer que é lindo? 

Com uma simples conversa no aeroporto os dois conseguem se distrair até o momento da viagem.

Uma simpática senhorinha acaba ajudando ao permitir que Oliver ocupe seu assento, ficando lado a lado com Hadley.

Daí vocês imaginam: ela vai contar o livro inteiro. Não!

Com uma narrativa agradável sob o ponto de vista de Hadley, temos uma visualização do que ocorre no presente e vislumbres do passado, de maneira a nos situar bem na trama e não ficarmos com cara de bobos.

Jennifer E. Smith fala de amor, perdão, perdas, superação, amadurecimento e claro, A Probabilidade Estatística do Amor à Primeira Vista. Vocês acreditam que pode acontecer?

"O amor é a coisa mais estranha e sem lógica do mundo."

Eu recomendo e muito a leitura, venha sorrir, sofrer, sonhar, decepcionar-se e aprender com a Hadley e sua longa jornada de 24 horas.


A Probabilidade Estatística do Amor à Primeira Vista 
Autora: Jennifer E. Smith
Editora: Galera Record
Ano: 2013
224 páginas


Nota (0-5): 4,5 (Só por querer mais páginas eu tirei meio ponto. )


8 comentários:

  1. Adorei a resenha Dani, fiquei morrendo de vontade de ler esse livro... =)
    Tenho um fraco por mocinhos com sotaque britânico...kkkk

    beijos,

    ResponderExcluir
  2. Esse livro é muito fofo mesmo, hora que acaba dá vontade de reler. Pena que tem poucas páginas, deixou muito um gostinho de quero mais
    Tudo que Motiva

    ResponderExcluir
  3. Achei esse livro interessante desde que vi o lançamento. Não sei porque (tá bom, sei sim, rs....), mas lembrei da minha professora de Probabilidade e Estatística quando vi o título, hehe! É bom saber que a história vale a pena!

    =)

    Suelen Mattos
    ______________
    ROMANTIC GIRL

    ResponderExcluir
  4. oi, Danielle!
    esse livro também estava nos meus desejados há um tempo (desde que foi publicado, na verdade), mas foi ficando pra trás só Deus sabe porquê.
    eu acabei achando meio sem graça (pra mim foi três estrelas), mas não me arrependi de lê-lo porque é fofinho. Só lamento que tenha, no fim, ficado com a ideia de que a história poderia ter sido mais desenvolvida.

    Beijo,
    Jana.

    ResponderExcluir
  5. Oi Dé,
    Sotaque britânico é bem fofo, né? E o Oliver combina bem. =)
    Leia sim, é rápido e agradável. =)
    Obrigada

    ResponderExcluir
  6. Olá "Tudo que me motiva"
    Fiquei bem triste por ser tão fininho... também queria umas páginas extras. kkk
    Obrigada.

    ResponderExcluir
  7. Hey Suelen,
    Entendi bem sua associação,mas o livro deve ser bem mais divertido do que suas aulas. =)
    O casal é bem legal de acompanhar.
    Leia se puder.

    ResponderExcluir
  8. Oi Jana,
    Que pena você ter sentido a trama incompleta... eu achei bem legal para a proposta demonstrada.
    No entanto desejava mais, pois os personagens são carismáticos e dar adeus é bem chatinho quando se quer mais.

    ResponderExcluir