O caso da estranha fotografia - Stella Carr

O caso da estranha fotografia
Autora: Stella Carr
Editora Moderna
128 páginas
Os irmãos Marco, Eloís e Isabel estão de férias no litoral. Os meninos vão de lancha para uma ilha deserta, que Eloís aproveita para fotografar, pensando num concurso. Mas, quando vão dar um mergulho, a máquina fotográfica desaparece. Felizmente, o filme estava a salvo, fora da câmera. O garoto o revela no seu laboratório caseiro e descobre que uma das fotos mostra um homem cavando um buraco na suposta ilha deserta. Intrigados, os meninos começam a fazer suposições. Logo em seguida, Bel encontra o cadáver de um homem que se afogara; investigando, descobre que ele fora assassinado. Os irmãos tentam falar com o delegado, que não lhes dá crédito. Marco e Eloís tentam juntar as peças do quebra-cabeça e quase morrem afogados por criminosos contratados por um misterioso chefe denominado o Homem. Na última hora, são salvos por dois investigadores que há dois anos tentavam descobrir a quadrilha que contrabandeava diamantes do Brasil para a Holanda. Graças à especulação dos meninos, acabam deslindando os crimes e prendendo o famigerado Homem.

      O caso da estranha fotografia foi escolhido por acaso com base apenas no nome da autora. Li outro livro da Stella Carr que marcou bastante e todo ano eu o releio.

Neste infantojuvenil temos dois irmãos metidos a detetives que enlouquecem a irmã mais velha tanto por implicarem com ela, mais o Eloís do que o Marco, tanto por se meterem em confusão.

Um passeio há muito desejado os leva para uma ilha afastada, do topo de um morro Eloís bate fotos de cada detalhe que chama sua atenção, quando ele e Marco resolvem mergulhar antes de ir para casa, a câmera some. Eloís amante de fotografia fica irado, mas não encontram quem levou sua preciosa câmera.

Para a surpresa dele numa das fotos reveladas em seu laboratório ele vê um homem, após ampliar a imagem ele pega o rosto com nitidez, mas não lembra do sujeito. Marco no entanto ouviu uma conversa que chamou sua atenção.

Disposto a descobrir quem é o homem da fotografia, quem levou sua câmera Eloís arrasta Marco para uma investigação. E os dois passam por cada situação que só você lendo para saber.

A trama é surpreendente, eu não suspeitei de quem seria O Homem, mas quando a autora revelou tudo fez sentido.

E compreendo bem a raiva de Eloís com o roubo, se estivesse no lugar dele surtaria e iria querer descobrir quem levou.

E você já embarcou nesta aventura? É um livro indicado para ler para a criançada e despertar o interesse delas. A linguagem é fácil e a leitura super rápida.

O livro teve sua primeira publicação em 1977 pela Editora Pioneira e já teve mais duas publicações pela Editora Moderna em 2002 e 2003.


Nota (0-5): 3,5

1 comentários: