O lago místico - Kristin Hannah

O lago místico
Autora: Kristin Hannah
Título original: On Mystic Lake
Editora Novo Conceito
Ano: 2014
368 páginas
Esposa e mãe perfeita, Annie vê o seu mundo desabar de uma hora para outra quando é abandonada pelo marido. A fuga momentânea é para Mystic, a pequena comunidade onde ela cresceu e onde o seu pai ainda vive. Lá, Annie começa a se reerguer novamente, descobrindo o amor por si mesma, por um velho amigo solitário e por uma garotinha que acaba de perder a mãe. Tudo está se encaixando na vida de Annie. Nick e Izzy se tornaram uma parte importante de seu processo de cura, e ela também se tornou essencial para a sobrevivência da relação entre pai e filha. Até que o seu ex-marido reaparece... e a tranquilidade rapidamente dá lugar ao desespero. Kristin Hannah encanta mais uma vez com uma história comovente, sensível e verdadeira sobre perda, paixão e os fios frágeis que unem as famílias.
O lago místico foi super aguardado por mim, adorei os livros que li da Kristin Hannah e quando vi este título em divulgações, pensei e falei: Preciso ler. Eis que as cem primeiras páginas foram uma decepção para mim, não consegui me conectar com a trama, com os personagens, inclusive falei: Este livro não é o meu número.

Porém não desisti e fui recompensada. 

Annie Colwater está beirando os quarenta anos, esposa e mãe dedicada se vê presa em sentimentos contraditórios, orgulho por sua filha  aos dezessete anos estar viajando sozinha para Londres e tristeza por saber que em breve essa separação será de longo prazo quando enfim ela for à universidade.

Natalie Colwater é uma filha maravilhosa, claro que Annie nos conta que aos treze anos ela teve seu momento rebelde, mas depois que a tempestade passou elas se tornaram amigas. E mesmo que a mãe não saiba ela tem uma visão bem nítida e sólida da família delas.

Blake Colwater é um advogado movido pela ambição que se deixou cegar pelo trabalho, pelas recompensas e perdeu o que tinha de melhor, o convívio com a esposa e a filha. 

Não bastasse tanta tristeza por imaginar que a casa estará vazia, Annie leva mais uma rasteira num único dia: Blake quer o divórcio.

Vocês não fazem ideia do quanto quis entrar na trama e bater nele. Annie toda chorosa e o canalha vem com uma bomba dessa?!

Mas nada que uma viagem até a cidade aonde cresceu não possa curar. 

Ah Mystic.... Uma cidade pequena aonde todos se conhecem e estão dispostos a ajudar sem esperar algo em troca.

Hank Bourne é um pai protetor com uma visão antiquada, mas que se permite enxergar a verdade e não teme se desculpar. Logo quando surge me deixou triste com ele por conta de seus conselhos, mas pude compreender bem o lado dele.

Annie decide buscar a si mesma. Faz algumas mudanças e numa destas ela entra na vida de Izzy Delacroix, a garotinha de seis anos que pensa estar sumindo, tão encantadora e tão triste que é impossível não apaixonar-se por ela.

Izzy é filha de Nick Delacroix, o primeiro amor de Annie.

O reencontro entre eles é um furacão. O choque por verem as diferenças que o tempo e as escolhas impuseram para cada um deles.

Nick é viúvo há menos de um ano, afundou no sentimento de culpa, não consegue interagir com a filha. Está certo de que é um fracasso.

Mas Annie vai ajudar os dois e ainda por cima se curar.

A estrada para a cura, não será fácil, mas você leitor vai gostar de acompanhar cada passo adiante e cada recuo.

Vai ficar devastado quando um evento ocorrer, vai torcer, vai rir, aaah vai chorar (se assim como eu for manteiga derretida) ou ao menos se emocionar.

O lago místico é um livro marcante, que nos mostra perdas, superações, que não devemos desistir de nossos sonhos, e principalmente: Nunca esqueça seu verdadeiro eu, mesmo que isso abale a visão que as pessoas têm de você. Seja você mesmo, não vale a pena se anular. E busque ser feliz e não só fazer feliz quem te cerca.

Leia e eu desejo que este livro te faça tão bem quanto a mim.

Nota (0-5): 4,5

0 comentários:

Deixe seu comentário