Perdas e Danos - Diane Chamberlain

Travis Brown é um rapaz diferente da maioria dos jovens de sua idade. Aos 23 anos, já conheceu – e perdeu – seu grande amor, já precisou lutar pela guarda da filha na justiça e agora trabalha incansavelmente para sustentá-la. Sua rotina não é fácil, mas ele consegue levar uma vida digna.

De repente, tudo começa a dar errado: ele perde o emprego, sua casa pega fogo e sua mãe morre. Sem ter a quem recorrer, precisa ir morar com a filha em um acampamento para trailers. Lá, conhece Savannah, uma jovem linda e sexy que realmente parece querer ajudá-lo. É ela quem lhe fala sobre a vaga em uma obra em Raleigh, uma cidade próxima. Travis não quer se mudar, mas não tem alternativa: seus últimos dólares estão acabando e ele não vê a menor perspectiva de conseguir mais dinheiro.

No entanto, ao chegar a Raleigh e conhecer Roy, seu suposto empregador, ele descobre que o trabalho na verdade é um roubo. Roy garante que será a única vez e que a quantia que Travis receberá será suficiente para tirá-lo do sufoco por um bom tempo.

Agora, de frente para a maior encruzilhada de sua vida, Travis precisa decidir que caminho seguir para continuar sendo um pai exemplar. 

Perdas e Danos (The good father)
Autora: Diane Chamberlain
Editora Arqueiro (2015)
256 páginas


Quando li a sinopse acreditei ter encontrado o livro certo para mim.

Porém Diane Chamberlain tem uma narrativa que para mim soou confusa. Ela mescla passado e presente de uma maneira que me deixou perdida.

E olha que adoro narrativas assim, vide livros escritos pela Lucinda Riley e Kristin Hannah.

Daí você se pergunta. Vale a pena ler?

Sim, você deve ler.

Travis Brown é um rapaz correto, honesto, apaixonado por sua pequena garotinha Bella. Mas a vida dele é cheia de reviravoltas...

Bella tem quatro anos, e não larga sua bolsinha cor de rosa, na qual carrega a única imagem que tem de sua mãe aos dezesseis anos.


Diane divide o livro pela perspectiva de Travis, Robin e Erin.

No início vemos como Travis e Bella conhecem Erin para só então iniciar os flashbacks que nos ajudam a organizar ideias.

Como Travis conheceu a mãe de Bella, o que aconteceu para que se separassem. O que o levou a aceitar um emprego desse porte.

Erin por sua vez está num bairro novo tentando lidar com uma enorme perda, da qual ela prefere não mencionar para ninguém. Seu luto é de tamanha grandeza que abalou seu casamento.

Robin é noiva de um político, mas não sabe exatamente se faz bem em tentar se adequar ao padrão da família. Será isso mesmo que quer? Será que depois de tudo o que passou está vivendo como deveria?

Travis vai se meter numa grande confusão, mas que no final das contas trará acontecimentos importantes.

Os personagens secundários são marcante e importantes para a trama. Nada de só encher linguiça.

Alissa que aos dezessete se torna mãe, que não quer seu bebê, odeia a família por separá-la do namorado. No entanto a pequena Hannah veio no momento certo para ajudar sua mãe e Robin.


Perdas e Danos fala de amor, perda, sofrimento, perdão, luta, fé e esperança. É inegável o leque de emoções que a autora compila nesta trama. O suspense, o nervosismo, a torcida para que dê tudo certo para Travis e Bella, por Erin. 

Uma leitura que vai mexer com você de uma maneira ou de outra. =)


Nota (0-5): 2,5 




Não deixem de participar do nosso POST PREMIADO:


11 comentários:

  1. Estou com grandes expectativas com este livro, uma pena que não te agradou tanto. Mesclar passado e presente nem sempre é fácil, se o autor não fizer direito, ficamos meio perdidas mesmo na narrativa.
    Bjs, Rose

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Rose,
      Não foi a maravilha que esperei, mas é no conjunto geral uma ótima leitura.
      Espero que você goste mais do que eu. =)
      Obrigada

      Excluir
  2. Nossa, já estava super curiosa pra ler esse livro. Depois da sua resenha fiquei ainda mais!
    Adoro livros nesse estilo, já que meu autor favorito é Harlan Coben e ele adora criar histórias assim.
    Pedi o livro de presente, espero ganhar! Hahaha
    Ótima resenha, me deixou com uma pulga atras da orelha!
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Lívia,
      A escrita da Diane está mais pra a do Sparks, não faria comparação com os livros do Coben (e gosto muito dele).
      Espero que você goste da leitura apesar de não ter a pegada de investigação que as obras do Harlan.
      Obrigada.

      Excluir
  3. Oi Dani,

    Puxa eu estava super empolgada pra ler o livro, mas já vi que é melhor me segurar senão a frustração vai ser grande... =(
    E se é triste, preciso ler com ótimo humor pra não ficar acabada quando terminar a leitura...kkk

    beijos,

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Dé,
      Não é frustrante, só um pouco confuso, mas ainda assim merece crédito.
      Mas sim, tem um teor de tristeza médio. =)
      Obrigada.

      Excluir
  4. Oi Dani!
    Acho que vou deixar esse livro para depois, rs
    Bjks!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Carla,
      Ah, dê uma chance sim, talvez seja o seu número. Sou muito exigente quando tem essa mescla de passado e presente. =)
      Obrigada.

      Excluir
  5. Eu, particularmente, não gosto de livros assim não.... não fazem meu estilo. Mas confesso que fiquei curiosa pra saber como esse pai vai se virar nesse caos todo aí....

    =)

    Suelen Mattos
    ______________
    ROMANTIC GIRL

    ResponderExcluir
  6. A sinopse me deixou bem animada pra ler, mas pela sua resenha parece tudo meio confuso, mais ainda assim vou arriscar.
    Beijos

    http://cadernodaananda.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir