Sombra e Ossos - Leigh Bardugo

Sombra e Ossos
Autora: Leigh Bardugo
Editora Gutenberg
288 páginas
Original:Shadow and Bone
Série Grisha
Alina Starkov nunca esperou muito da vida. Órfã de guerra, ela tem uma única certeza: o apoio de seu melhor amigo, Maly, e sua inconveniente paixão por ele. Cartógrafa de seu regimento militar, em uma das expedições que precisa fazer à Dobra das Sombras – uma faixa anômala de escuridão repleta dos temíveis predadores volcras –, Alina vê Maly ser atacado pelos monstros e ficar brutalmente ferido. Seu instinto a leva a protegê-lo, quando inesperadamente ela vê revelado um poder latente que nunca suspeitou ter.
A partir disso, é arrancada de seu mundo conhecido e levada da corte real para ser treinada como um dos Grishas, a elite mágica liderada pelo misterioso Darkling. Com o extraordinário poder de Alina em seu arsenal, ele acredita que poderá finalmente destruir a Dobra das Sombras.Agora, ela terá de dominar e aprimorar seu dom especial e de algum modo adaptar-se à sua nova vida sem Maly. Mas nesse extravagante mundo nada é o que parece. As sombrias ameaças ao reino crescem cada vez mais, assim como a atração de Alina pelo Darkling, e ela acabará descobrindo um segredo que poderá dividir seu coração – e seu mundo – em dois. E isso pode determinar sua ruína ou seu triunfo.



Gente, estou numa daquelas fases- conhecidíssimas pelos leitores mais ávidos - de estar completamente mergulhada em um livro e nem um pouco ansiosa em sair do seu universo. Estou amando a série Grisha, de Leigh Bardugo.

Em um mundo riquíssimo, existe o país de Ravka, dividido pela Dobra das Sombras, um lugar repleto de monstros - os Volcra - e sem nem um rastro de luz. O país sempre está em guerra e muita gente passa fome. O Primeiro Exército é formado por seres humanos normais, enquanto o Segundo Exército é formado por humanos com poderes excepcionais - os Grisha - liderados pelo mais poderoso deles, o Darkling. 

Quando Alina consegue conjurar uma luz na Dobra das Sombras, ela imediatamente se torna marionete - ou será protagonista? - de um perigoso jogo de poder, atração, inveja e magia.

Mais uma vez, adorei a história! O mundo da história é outro, com sua própria cartografia, linguagem, lendas e cultura, mas tem grande influência russa - a julgar pela capa do livro. A jornada de Alina para descobrir o seu poder é repleta de aventuras e em nenhum momento ela passa a ser magicamente outra pessoa. Sua insegurança vai mudando aos poucos, à medida que ela fica mais esperta, especialmente nas presença de outros Grisha, em especial do Darkling.

Ah, o Darkling! Não posso dizer muito sobre ele, exceto que ele é um daqueles personagens fascinantes, que amamos ler os diálogos. Ainda quero muito descobrir sobre o passado dele. Por causa dele, muitas viradas na história acontecem, fiquem atentos! Ah, e ele brinca muito bem com o coração dos leitores :D

Leigh Bardugo escreve muitíssimo bem e, com pouco esforço, consegue que imaginemos todos os cenários belíssimos e grandiosos e vários personagens de uma vez. O Pequeno Palácio, onde todos os Grisha estudam e praticam o seu poder, o luxo da corte, as paisagens desérticas e geladas de Ravka, a própria extensão sombria da Dobra... São descrições simples e de encher os olhos com a nossa imaginação.

Além disso, os próprios coadjuvantes ganham seu destaque nessa trama política e mágica. Ninguém parece ser o que é e ninguém é completamente bom ou mau. Ao contrário de várias distopias e livros fantásticos, a trama não é boba e nem fraca. Há uma mitologia sustentando todos os acontecimentos que ainda estão por vir e há um passado visível para vários personagens, o que dá vontade de saber mais sobre eles.

Enfim, é melhor eu parar por aqui senão escrevo uma resenha de quilômetros. Mas, olha só, fãs de ficção fantástica, esse é um livro maravilhoso e merece ter o seu mérito reconhecido. Para quem não costuma ler muitas coisas de fantasia, esse é um livro com uma trama inteligente que vale a pena ser conferida. Enfim, leiam!!!!!

A trilogia:
- Sombra e Ossos
- Sol e Tormenta
- Ruína e Ascensão

Avaliação (de 0 a 5): 5,0





Não deixem de participar do nosso POST PREMIADO:

4 comentários:

  1. Mika!!! Eu leria esse livro só pela capa e pelo titulo rsrs Mas lendo a resenha acho que não o leria esses tempos por ser literatura fantástica, A Filha do Sangue foi completamente exaustivo, nada de livros de fantasia por hora. Gosto muito de livros que temos que descobrir o passado de alguns personagens.
    Então é isso, é um livro que eu leria, mas não agora.

    Beijos,
    Leo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Léeeo, mas leia!
      Nunca li A Filha do Sangue, mas garanto que esse livro tem a mitologia explicada de forma mais natural e quando você vê, já está mergulhado. Sei que vocês tiveram dificuldade com isso em A Filha do Sangue rsrs
      :)

      Excluir
  2. Parece ser o tipo de livro perfeito pra mim, tem tempo que procuro um assim que me deixe envolvida na historia.
    bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Roseana, definitivamente é um desses livros que fazem você querer mergulhar na história mais e mais. Não são muitos os que fazem isso, então eu fico empolgada com livros assim :)
      Bjos!

      Excluir