Segredos de um pecador - Madeline Hunter @editoraarqueiro


Leona Montgomery foi criada na China. Com pai inglês e mãe portuguesa, aprendeu desde cedo a se adaptar aos costumes de outras terras e adquiriu uma cultura e uma sofisticação incomuns às mulheres de seu tempo.
Por isso, quando o pai, já viúvo, morreu, deixando os dois filhos em uma situação financeira difícil, Leona assumiu os cuidados do irmão caçula e os negócios da família.
Trabalhando pela recuperação da Montgomery & Tavares, ela viajou por diversos países, negociou com homens rudes e enfrentou piratas. Recém-chegada a Londres, agora espera fechar parcerias comerciais e dar sequência a uma investigação que o pai não pôde concluir.
Mas estar em Londres significa algo mais. Sete anos atrás, Edmund, um naturalista inglês, deixou Macau à noite, depois de um beijo de despedida que Leona nunca esqueceu, e retornou à Inglaterra.
O que Leona não poderia imaginar era que Edmund na verdade é Christian Rothwell, o marquês de Easterbrook, um homem poderoso envolto em mistérios – e que talvez se beneficiasse com o fim das investigações de seu pai. Dividida entre o dever e a tentação, é na cama do marquês que ela fará suas maiores descobertas.

Esse é o último livro da série Os Rothwell, que podem ser lidos fora de ordem pois cada livro narra a história de um casal, mas o Christian é um personagem secundário muito importante em todos os livros...

Ora agindo como um tirano controlador, ora como um magnânimo benfeitor, Christian é um mistério até para seus irmãos... é um recluso e um homem excêntrico que ao longo dos anos se afastou de tudo e de todos... desde o primeiro livro dessa série ficamos intrigados com esse personagem tão complexo... e agora no seu livro a autora revela o porquê de todos esses mistérios...

Leona é a nossa mocinha nessa história, ela se apaixonou por Christian quando ele visitava seu país, mas nessa ocasião ele usou um nome falso, Edmund... e só agora que está em Londres ela descobre que sua paixão de juventude é um rico marquês...

Christian é o Marquês de Eastebrook, acostumado a ter suas vontades atendidas, nunca ser questionado, um homem que influencia a vida de todos os que o cercam, mas tudo isso não valerá nada para conquistar a única mulher que o entende... e que ele amou...

O antigo Marquês, pai de Christian, continua a assombrar os filhos do túmulo... e agora se coloca até entre o amor de Christian e Leona...

Easterbrook é um mocinho apaixonante, complexo e um tanto vulnerável... sempre foi o meu preferido e adorei poder acompanhar seu livro, entender sua reclusão, suas excentricidades...

Madeline Hunter escreve livros de época com um pé mais na realidade do que no romance em si... retrata bem a situação das mulheres e não doura a pílula em suas histórias, segue uma linha mais séria, mas nem por isso menos apaixonante... recomendo sem dúvida a leitura!!

Série Rothwell
Classificação (0 a 5): 4




Photobucket

5 comentários:

  1. Esses livros sempre me fazem pensar na Barbara Cartland, mas sem o quê assanhadinho. kkk
    Esses lordes tão malvadinhos depois que têm o segredo descoberto mudam bastante, mesmo que nã de todo. aha
    Bem, resta saber se a mocinha vai deixar de lado a mentira dele ou vai fazer muito mimimi...
    Marquês misterioso... quer mérito por quem é, ou quer aprontar sem ser descoberto. =P

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Kkkkk... não li nada da Barbara Cartland para poder comparar...
      Mas fique tranquila que a Leona não é de fazer mimimi, é uma mocinha realista e bem a frente do seu tempo...

      beijos,

      Excluir
  2. Olá Dé, as capas dessa série me lembram bastante com as da série de Mary Balogh, especificamente a capa de Ligeiramente Maliciosos. Que bom que a série pode ser lida fora de ordem, mas é uma pena que esses livros de sedução geralmente não fazem meu gênero. (Não encontrei muito terror nesse enredo, ainda tentei catar um suspense, mas só achei aqueles bem leve rsrs, deixa em off)
    Adorei a resenha,
    bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, Léo... creio que vai ser difícil achar algum terror nesses livros de época, a não ser que você fique apavorado quando a mocinha coloca sua reputação em risco ao se encontrar sozinha com o mocinho em algum lugar escondido... ou fique aterrorizado ao imaginar a quantidade de roupas que as pessoas tinham que usar, umas sobrepostas a outras e se fosse mulher, ainda um espartilho para tirar todo o ar dos pulmões...kkkk

      Tirando isso, acho que nem suspense você vai encontrar, a não ser que fique ansioso para saber em que momento os dois protagonistas cabeça duras vão logo assumir que estão apaixonados, sim porquê em todo bom romance de época, eles só se declaram lá no finalzinho, depois de nos deixar aflitos por páginas e mais páginas...kkkk

      beijos,

      Excluir
    2. Bem... riscando definitivamente romances de época da minha lista. Falta de ar, para mim, só em um assassinato, não por um adereço de roupa kkk E prefiro esperar até o final para descobrir quem matou quem e não quem irá se casar com quem. Apesar que, de vez em quando, um romance LEVE cai bem.
      Bjsss

      Excluir