[Sessão Pipoca] Insurgente

Insurgente
Diretor:Robert Schwentke
Elenco: Shailene Woodley, Theo James, Miles Teller, Kate Winslet, Ashley Judd, Octavia Spencer e Naomi Watts.
Original: Insurgent
Sinopse:
Os riscos para Tris aumentam quando ela sai à procura de aliados e respostas nas ruínas de uma Chicago futurista. Tris (Shailene Woodley) e Quatro (Theo James) são agora fugitivos, caçados por Jeanine (Kate Winslet), a líder da elite Erudição, faminta pelo poder. Correndo contra o tempo, eles precisam descobrir a causa pela qual a família de Tris sacrificou suas vidas e por que os líderes da Erudição farão tudo para impedi-los. Assombrada pelas escolhas do passado, mas desesperada para proteger quem ama, Tris, com Quatro a seu lado, encara um desafio impossível atrás de outro, ao desvendar a verdade sobre o passado e também o futuro de seu mundo.






Divergente foi um livro que li e gostei, mas depois de ler algumas resenhas sobre Insurgente, acabei deixando pra lá e até hoje não li. Portanto, só posso julgar pelo conteúdo que o filme mesmo mostra e se ele se mantém sem o apoio do livro.

Eu acho que é possível, sim, assistir essa série de filmes sem ter lido os livros, embora a adaptação tenha alguns exageros que quase beiram ao trash (principalmente na cena final, que não sei se tem no livro, mas no filme é mostrada de forma quase Quentin Tarantino).

Eu achei o ritmo bem dinâmico, a ação sempre mantida e a tensão sobre a situação de Tris sempre ali. O novo visual e a nova atitude dela a tornam uma personagem mais badass, ainda que atormentada pelos acontecimentos de Divergente.  O que quebra é a narrativa são as cenas dos sonhos e as simulações, que acabam se confundem com a realidade e tiraram um pouco a minha paciência.

Shailene Woodley se destaca entre os atores jovens, mesmo com Miles Teller (que estrelou o premiado Whiplash), se bem que os personagens são meio rasos, de modo que não permite que os atores mostrem bem os seus talentos. Theo James continua sendo o colírio das meninas e eu particularmente adoro o personagem do Quatro, mas sempre acho que ele não é mostrado completamente nos filmes.

A presença de nomes importante como Kate Winslet, Ashley Judd, Octavia Spencer e Naomi Watts conferem mais brilho à história, mas ainda assim não ganham tanto destaque, a não ser por essa última. 

Essa série é muito comparada com Jogos Vorazes, mas as semelhanças acabam na distopia. O diretor parece mais interessado em fazer um filme para diversão e não para reflexão - como Jogos Vorazes -  o que acaba interferindo em uma construção menos complexa dos personagens. Mas mesmo assim, esse filme foi melhor do que eu esperava e é garantia de boa diversão para quem gosta do gênero.

Agora, achei o final digno de encerrar a distopia, mas com Convergente, veremos que tem muito mais a se ver.

Avalição (de 0 a 5): 3,5









Photobucket

1 comentários:

  1. Mika,
    Nem posso dar pitaco, não li nem assisti aos filmes... E não sei o motivo mas não vou com a cara da atriz o que diminui ao zero a vontade de conferir o filme.
    Acredito que para os fãs deva ser legal, mas já li muitas reclamações sobre a adaptação. kkk

    ResponderExcluir