Sonhos com Deuses e Monstros - Laini Taylor @lainitaylor @intrinseca

Sonhos Com Deuses e Monstros - Dois mundos se equilibram na iminência de uma terrível guerra. Na Terra, os humanos recebem com êxtase os anjos e seu imperador, que pretendem angariar armas para um combate maligno. Jael nem desconfia de que, em Eretz, quimeras e Ilegítimos ensaiam unir forças na tentativa de alcançar a paz. Karou assumiu o controle da rebelião quimera e, ao menos na batalha contra o inimigo em comum, está, finalmente, ao lado de Akiva. É uma versão distorcida do tão antigo sonho dos dois, uma esperança de futuro para seus povos. E, talvez, para o amor que eles sentem renascer.


Nome do livro: Sonhos com Deuses e Monstros
Nome Original: Dreams of God and Monsters
Lançamento: 2015
Editora: Intrínseca
Páginas: 560



E esse é o incrível desfecho da trilogia Feita de Fumaça e Osso. Quando terminei a leitura de Sonhos com Deuses e Monstros, fiquei com aquela sensação de que nunca mais na vida vou ler alguma trilogia que supere estes livros.

[ATENÇÃO: CONTÉM SPOILERS SOBRE DIAS DE SANGUE E ESTRELAS E SOBRE FEITA DE FUMAÇA E OSSO]

Em Dias de Sangue e Estrelas, Karou se vê como a nova ressurreicionista, já que Brimstone morreu e ajuda Thiago em uma guerra de quimeras contra serafins. Porém, Karou está cansada de guerra e está disposta a tomar uma iniciativa.

Karou mata Thiago, o Lobo Branco e sua assistente, a quimera Ten. No corpo do Lobo Branco, a nossa nova ressurreicionista coloca a alma de Ziri e no corpo de Ten, a alma de Haxaya – uma amiga da Karou. Então, estando nessa situação, Karou percebe que ela que está distribuindo as cartas na mesa, ela comanda ao menos o lado quimera.

Entretanto, com a morte de Joram, Jael assume o império e vai para a Terra em busca de armamentos a fim de usa-los contra os Stelian – que são uma espécie de serafins que usam magia. Jael reúne mil anjos do Domínio com destino a Terra para fazer com que seus habitantes deem as armas e com ajuda de Razgut, Jael está a um passo de obter o que tanto deseja.

Karou, Akiva, Liraz, Thiago(Ziri) e o restante das quimeras presenciam o momento em que os anjos do Domínio entram pela fenda no céu na Terra.

Então, em Sonhos com Deuses e Monstros, as quimeras aceitam se unir com os Ilegítimos contra os anjos do Domínio. Mas essa não será uma tarefa fácil, anos e mais anos de guerra entre serafins e quimeras não serão completamente esquecidos por uma trégua repentina. Agora, os Ilegítimos e as quimeras vão ter que descobrir como aceitar uns aos outros se quiserem sobreviver.

“Os olhos de Karou se concentravam nos anjos – em Akiva. Por isso... ela testemunhou o momento preciso em que tudo desmoronou.”

E assim segue o enredo de Sonhos com Deuses e Monstros com Karou e Akiva lutando no mesmo lado, e lado a lado em uma batalha épica!

O final da trilogia foi fantástico, a Karou está mais evoluída e percebemos que Laini está implacável na escrita. Novos personagens também fazem com que a trama seja sustentada até o fim sem engasgos. Minhas melhores coadjuvantes estão nesses livros: Zuzana e Liraz, e ainda estou decidindo qual que gosto mais, mas acho que não vou decidir, vou colocar as duas em primeiro lugar e pronto.

Como a Laini disse: “Ainda estou esperando que Razgut me mostre um portal. Porque obviamente Eretz existe de verdade. O quê, vocês acharam que eu tinha inventado tudo isso?”, então estou esperando também, se bem que Razgut não seria a melhor opção (apenas uma dica).

Série:
- Feita de Fumaça e Osso
- Dias de Sangue e Estrelas
- Sonhos com Deuses e Monstros

Classificação: 5





Photobucket

1 comentários:

  1. Oi Leo, eu li super rapidinho esse livro. kkk
    Não fosse sua insistência e nosso acordo nem teria lido o Dias de Sangue e estrelas.
    A autora foi melhorando e muito a narrativa. E concluiu muito bem, os novos dados foram bem instigantes.
    Entre Zuze e Liraz realmente é complicado escolher, mas optaria pela que me cativou primeiro.

    ResponderExcluir