Vinte Garotos no Verão - Sarah Ockler

Quando alguém que você ama morre, as pessoas perguntam como você está, mas não querem saber de verdade. Elas buscam a afirmação de que você está bem, de que você aprecia a preocupação delas, de que a vida continua. Em segredo, elas se perguntam quando a obrigação de perguntar terminará (depois de três meses, por sinal. Escrito ou não escrito, é esse o tempo que as pessoas levam para esquecer algo que você jamais esquecerá). As pessoas não querem saber que você jamais comerá bolo de aniversário de novo porque não quer apagar o sabor mágico de cobertura nos lábios beijados por ele. Que você acorda todos os dias se perguntando por que você está viva e ele não. Que na primeira tarde de suas férias de verdade você se senta diante do mar, o rosto quente sob o sol, desejando que ele lhe dê um sinal de que está tudo bem.

Mais do que um livro sobre amor, Vinte Garotos no Verão fala sobre perdas, recomeços e amizade.

O livro vai nos contar a história de Anna, Matt e Frankie, amigos inseparáveis desde que nasceram. São vizinhos e compartilham a mais linda das amizades. Conversam sobre tudo, dividem momentos e não passam um dia se quer sem se encontrar. Mas Anna guarda um segredo... Ela é apaixonada por Matt, irmão de Frankie desde quando tinha uns dez anos. E quando ele finalmente a beija, em sua festa de aniversário tudo muda para sempre. Não podem contar para Frankie, precisam esperar o momento certo. Era o segredo deles. Anna já sabia que tudo iria dar certo... Matt contaria à Frankie e tudo estaria bem novamente. Eles casariam, viveriam sempre juntos.

Mas, o destino é incerto e de uma hora para outra algo acontece, mudando o rumo desta história. As personagens se veem, de uma hora para outra, enfrentando sentimentos novos e complicados. Lidar com uma grande perda nunca é uma tarefa fácil.

O livro é narrado em primeira pessoa pela Anna, mas não deixa de nos mostras o modo como as outras pessoas estão lidando com seus sentimentos. Anna é muito observadora e apesar de não concordar com algumas atitudes que ela tem ao longo da história, entendo o que a leva a tais atos.

Quando acabei a leitura, fiquei com a sensação de que li esse livro no momento certo. Me trouxe tantas emoções, me fez rir, chorar e torcer por um final feliz. A narrativa da autora me conquistou de uma forma única. Não acho que Vinte Garotos no Verão seja um livro triste. Ele é sim, um livro com uma temática forte, mas não deixa de lado o bom humor e os momentos engraçados.
Indico esse livro para todos àqueles que já perderam alguém especial. E mesmo se não for o seu caso, vale a pena dar uma conferida nessa linda história.

Esse livro aborda tantas questões importante que me fez passar horas e horas pensando em como algumas vezes julgamos o que as outras pessoas estão sentindo. E termino esse texto, com uma frase da música Epitáfio dos Titãs: ‘Cada um sabe a dor e a alegria que traz no coração.’

Confiram também a resenha da Dani: 
http://www.leituranossa.com.br/2014/05/vinte-garotos-no-verao-sarah-ockler.html

Nota: 5,0. 

Photobucket

    Photobucket

4 comentários:

  1. Esse foi um dos melhores livros que li ano passado. Meu favorito. Fiz todas as minhas amigas lerem.

    xoxo
    Mila F.
    @camila_marcia
    www.delivroemlivro.com.br

    ResponderExcluir
  2. Oi Aline, esta frase da música resume muito bem o enredo deste livro.Cada um sente as coisas de uma forma e com um grau de intensidade diferente. Não podemos julgar. Gostei muito deste livro, sem falar que a capa é linda.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  3. Ei Aline,

    Eu tenho esse livro e não li até hoje, preciso ler logo!!
    bjs

    ResponderExcluir
  4. Aline,
    Esse livro foi uma grata surpresa, esperei algo bem besta, bobo... mas a autora conseguiu traçar uma trama envolvente e com conteúdo.
    Gosto quando temos essa visão de vários ângulos de determinado acontecimento.

    ResponderExcluir