O menino da mala - Lene Kaaberbøl e Agnete Friis @editoraarqueiro

“Você adora salvar as pessoas, não é? Bem, aqui está a sua chance.” Mesmo sem entender o que sua amiga Karin quer dizer com isso, Nina atende seu pedido e vai até a estação ferroviária de Copenhague buscar uma mala no guarda-volumes. Dentro, encontra um menino de 3 anos nu e dopado, mas vivo. Chocada, Nina mal tem tempo de pensar no que fazer, pois um brutamontes furioso aparece atrás do garoto. Será que ela está diante de um caso de tráfico de crianças? Sem saber se deve confiar na polícia, ela foge com o menino e vai à procura de Karin, a única que pode esclarecer aquele absurdo.Quando descobre que a amiga foi brutalmente assassinada, Nina se dá conta de que sua vida está ameaçada e que o garoto também precisa ser salvo. Mas, para isso, é necessário descobrir quem ele é, de onde veio e por que está sendo caçado.Neste primeiro livro da série da enfermeira Nina Borg, vendido para 27 países, as autoras Lene Kaaberbøl e Agnete Friis apresentam uma heroína que luta contra seus demônios e busca fazer justiça em meio à crueldade e à indiferença do mundo.

O menino da mala (The boy in the suitcase)
Autoras:  Lene Kaaberbøl e Agnete Friis
Editora Arqueiro (2013)
256 páginas


O menino da mala. Tem como esse título não despertar curiosidade?! E ao mesmo tempo dá um aperto no coração.

Nina Borg não faz ideia de tudo que enfrentará ao acatar o pedido de sua amiga Karin.

A princípio que mal há em buscar uma mala? Mas ao constatar que está num corredor meio escondido e ver que está rasgada, a enfermeira sente que não vai gostar do que tem lá dentro.

Com pressa ela vai até o estacionamento e leva um baita susto ao ver um menino que aparenta uns três anos nu e encolhido naquela mala.

Seu instinto protetor e maternal aflora especialmente depois que vê um grandalhão dando show diante do armário em que a mala estava.

Mas o motivo para o garotinho estar na mala só vamos descobrir quase no final. 

O que serve de combustível para lermos com avidez. 

As autoras ambientaram o livro na Dinamarca e Lituânia, o que é diferente do usual para mim, mas já está frequente.

Acho muito legal conhecer outros países por meio das descrições e cada autor coloca de uma maneira que nos faz querer pesquisar os lugares descritos.

Nina Borg para mim soou meio controversa em questão de ações. Enquanto quer mudar o mundo e dá tudo o que pode e um tanto além para salvar vidas, ela fecha os olhos para sua própria família. 

Entende o que eu digo? Esperava que ela demonstrasse o quanto ama o marido e os filhos na mesma medida que valoriza seu trabalho na Cruz Vermelha e fora dela.

No entanto esse não é um ponto negativo.

Lene Kaaberbøl e Agnete Friis nos presenteiam com um mistério acerca do garoto dificultado por ele não falar o mesmo idioma da mocinha, questões como tráfico de crianças e mulheres, exploração sexual são utilizados como plano de fundo e para aumentar a riqueza da narrativa.

Um livro que me cativou e espero que agrade a vocês.


Série Nina Borg:

  1. O menino da mala (The boy in the suitcase)
  2. Morte Invisível (Invisible Murder)
  3. Death in a Nightingale
  4. The Considerate Killer


Nota (0-5): 4,5

1 comentários:

  1. Que livro curioso Dani... acho que nunca li nada que se passasse na Dinamarca ou Lituânia, só por isso já me deu vontade...
    A capa é meia sinistra, pensei que era livro de terror...kkkk

    beijos

    ResponderExcluir