Mentiras Que Confortam - Randy Susan Mayers

SINOPSE: Cinco anos atrás... Tia apaixonou-se obsessivamente por um homem por quem nunca deveria ter se apaixonado. Quando engravidou, Nathan desapareceu, e ela entregou seu bebê para a adoção.Caroline adotou um bebê para agradar o marido. Juliette considerava sua vida perfeita: tinha um casamento sólido, dois lindos filhos e um negócio próspero. E então ela descobre o caso de Nathan. Ele prometeu que nunca a trairia novamente, e ela confiou nele. Hoje... Tia ainda não superou o fim do seu caso com Nathan. Todos os anos ela recebe fotos de sua garotinha, e desta vez, em um impulso, decide enviar algumas delas para a casa do ex-amante. É Juliette quem abre o envelope. Ela nunca soube da existência da criança, e agora precisa desesperadamente descobrir quantas outras mentiras sustentaram o seu casamento até hoje.

Um livro com tramas que se cruzam de uma maneira única, inovadora e surpreendente.

Mentiras Que Confortam vai começar nos contando a história de Tia, uma jovem que faz um trabalho excepcional com idosos em um centro de apoio e que está tendo um caso com um professor universitário que faz o típico galã bem sucedido: Nathan. A moça fica perdidamente apaixonada por ele e mesmo sabendo que não poderão nunca ficar juntos porque ele é casado e tem dois filhos, ela cria fantasias em sua cabeça e se deixa levar pelo sentimento. Quando  ela descobre que está grávida, acha que Nathan vai ficar feliz e vai poder finalmente assumir o relacionamento deles, mas ele rompe o romance e tenta convencê-la de abortar.

Com o coração despedaçado, Tia tenta tomar a decisão mais sábia possível. Ela tem um emprego que paga pouco e precisa cuidar da mãe que está cada dia mais doente. Ela não quer tirar a criança, com medo de se arrepender pelo resto de sua vida, então ela decide que dar a criança para adoção é o melhor caminho. Ela opta pela adoção aberta e recebe muitas e muitas cartas de casais dizendo ser bem sucedidos e tentando convencê-la do futuro ótimo que poderiam oferecer para criança, mas ela acaba escolhendo Caroline e Peter, médica e empresário, jovens, saudáveis e com ótimas condições financeiras.

Ao mesmo tempo que tudo isso acontece, Nathan decide contar a sua esposa Juliette que teve um caso e apesar de toda a tristeza que isso causa a sua família, ele jura para ela que nunca mais se encontrará com outra mulher, pelo bem do seu casamento e por seus dois filhos: Lucas e Max.

Passados cinco anos, Tia ainda recebe as fotos anuais que Caroline e Peter mandam para ela ver como está sua filha. Ela foi chamada de Savannah e é uma menina saudável e esperta. Sem pensar muito nas consequências, Tia resolve mandar uma carta para Nathan contando que teve a criança e enviando as fotos. É Juliette quem abre a carta e isso desmorona o seu mundo. Ela não confia mais em Nathan e decide que a partir de agora irá investigar toda essa história sozinha. E é ai que nossa história entra em um ritmo mais acelerado e envolvente.

Os capítulos dessa história são intercalados contando as visões de Juliette, Tia e Caroline e como a vida de uma criança mudou todas as três de um jeito único. Apesar de parecer complicado, é uma leitura fácil com uma narrativa muito bem construída que te prende até o final, acelerando quando precisa e diminuindo seu ritmo de vez em quando para não cansar o leitor.

Tive bons momentos de reflexão com esse livro, que consegue abordar temas polêmicos de uma forma um pouco mais leve. Pode ter certeza: esse livro irá te surpreender. 

Nota: 5,0.



Não deixe de participar do nosso top comentarista do mês

13 comentários:

  1. Oii Aline,
    Eu havia visto essa capa e não parei para ler a sinopse, achava que não me interessaria. Porém depois de ler a sinopse e sua resenha, decidi que preciso desse livro. Adoro livros em que cada personagem conta os fatos a sua maneira, isso me faz tentar entender melhor cada personagem. Com certeza preciso compra-lo !
    Bjjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Letícia,
      Sim, é isso mesmo o que eu penso. Quando a história é contada por mais de um personagem nos traz a sensação de que estamos mais por dentro do que está acontecendo, não é mesmo?
      Que bom que gostou da resenha e espero que goste muito do livro também assim como eu.
      Beijos,
      Aline.

      Excluir
  2. Oi Aline!
    Quando eu vi a capa, imaginei que era um livro de doenças, que a personagem principal tinha algum problema - muito provavelmente câncer -, mas ai eu fui ler sua resenha. Caramba!
    Eu não imaginei que o livro traria tantas coisas pesadas assim. Tipo, o único livro que eu li da Emily Giffin foi Laços Inseparáveis e trata justamente sobre isto, a personagem principal engravidou e acabou dando pra adoção.
    Só que o diferente que me chamou atenção foi esta parte da traição e acho, que a vida das três mulheres vai acabar se cruzando de alguma maneira bem interessante.
    Nossa, estou super mega curiosa para ler.
    Mas, acho que a carga emocional do livro deve ser muito grande né?
    Beijocas Aline, amei a resenha!

    umlugarparaleresonhar.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Becca,
      Sim, posso falar que a vida das três mulheres vai se cruzar de alguma forma. Esse livro foi uma surpresa muito boa para mim e já me chamou atenção logo pela capa e pelo título.
      Não conheço Laços Inseparáveis da Emily Giffin, mas se a história for parecida com a desse livro, com certeza vou procurar para comprar.
      Espero que goste do livro, apesar da carga emocional ser um pouco grande sim.
      Beijos e obrigada pelo seu comentário!
      Aline.

      Excluir
  3. Nossa parece ser muuuuuuito bom!!! kkkkkk Pelo título a gente já deduz isso né? Adorei a resenha,
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, Léo! O livro é sensacional e dá aquela curiosidade só pelo título, né?
      Beijos!

      Excluir
  4. Aline!
    Realmente a trama do livro aborda temas que devem mesmo ser debatidos como traição, aborto, adoção, confiança, etc...
    Estou com o livro aqui e será minha próxima leitura espero gostar tanto como você gostou.
    “A minha vontade é forte, mas a minha disposição de obedecer-lhe é fraca.” (Carlos Drummond de Andrade)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    Participem no nosso Top Comentarista!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Rudy!
      Sim, a trama do livro traz alguns temas pesados, mas é isso o que me fez gostar ainda mais desse livro.
      Espero que você também goste.
      Beijos,
      Aline.

      Excluir
  5. Ficou otima a resenha, sei que muito iram amar ler esse livro, mas ele realmente não faz o meu tipo e não pretendo ler, mesmo assim obrigado pela dica.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Brenda,
      Obrigada pelo comentário! Temos sempre que buscar leituras que nos agradam, não é mesmo?
      Beijos,
      Aline.

      Excluir
    2. Oi Brenda,
      Obrigada pelo comentário! Temos sempre que buscar leituras que nos agradam, não é mesmo?
      Beijos,
      Aline.

      Excluir
  6. Olá Aline....Apesar de ter me interessado pela sinopse, confesso que é a primeira resenha que leio sobre o livro, e sem dúvida irei incluir ele na minha lista de desejados. Adoro romances, mas esta me pareceu uma historia concreta, que me dá a impressão que seremos envolvidos e "fisgados" por seus personagens. E claro ue ficou aquela enorme questão de como se desenrolará o final. Maravilhosa resenha!!

    ResponderExcluir
  7. Oiee :D
    OMG! A capa é perfeita, mas lendo a resenha fui perdendo a vontade de ler (A resenha está ótima, mas o livro é que não me chamou a atenção mesmo haha).
    Talvez eu me arrisque à leitura algum dia.
    Abraços!
    Vitor Lacerda

    ResponderExcluir