Mentiras Que Confortam - Randy Susan Mayers

SINOPSE: Cinco anos atrás... Tia apaixonou-se obsessivamente por um homem por quem nunca deveria ter se apaixonado. Quando engravidou, Nathan desapareceu, e ela entregou seu bebê para a adoção.Caroline adotou um bebê para agradar o marido. Juliette considerava sua vida perfeita: tinha um casamento sólido, dois lindos filhos e um negócio próspero. E então ela descobre o caso de Nathan. Ele prometeu que nunca a trairia novamente, e ela confiou nele. Hoje... Tia ainda não superou o fim do seu caso com Nathan. Todos os anos ela recebe fotos de sua garotinha, e desta vez, em um impulso, decide enviar algumas delas para a casa do ex-amante. É Juliette quem abre o envelope. Ela nunca soube da existência da criança, e agora precisa desesperadamente descobrir quantas outras mentiras sustentaram o seu casamento até hoje.

Um livro com tramas que se cruzam de uma maneira única, inovadora e surpreendente.

Mentiras Que Confortam vai começar nos contando a história de Tia, uma jovem que faz um trabalho excepcional com idosos em um centro de apoio e que está tendo um caso com um professor universitário que faz o típico galã bem sucedido: Nathan. A moça fica perdidamente apaixonada por ele e mesmo sabendo que não poderão nunca ficar juntos porque ele é casado e tem dois filhos, ela cria fantasias em sua cabeça e se deixa levar pelo sentimento. Quando  ela descobre que está grávida, acha que Nathan vai ficar feliz e vai poder finalmente assumir o relacionamento deles, mas ele rompe o romance e tenta convencê-la de abortar.

Com o coração despedaçado, Tia tenta tomar a decisão mais sábia possível. Ela tem um emprego que paga pouco e precisa cuidar da mãe que está cada dia mais doente. Ela não quer tirar a criança, com medo de se arrepender pelo resto de sua vida, então ela decide que dar a criança para adoção é o melhor caminho. Ela opta pela adoção aberta e recebe muitas e muitas cartas de casais dizendo ser bem sucedidos e tentando convencê-la do futuro ótimo que poderiam oferecer para criança, mas ela acaba escolhendo Caroline e Peter, médica e empresário, jovens, saudáveis e com ótimas condições financeiras.

Ao mesmo tempo que tudo isso acontece, Nathan decide contar a sua esposa Juliette que teve um caso e apesar de toda a tristeza que isso causa a sua família, ele jura para ela que nunca mais se encontrará com outra mulher, pelo bem do seu casamento e por seus dois filhos: Lucas e Max.

Passados cinco anos, Tia ainda recebe as fotos anuais que Caroline e Peter mandam para ela ver como está sua filha. Ela foi chamada de Savannah e é uma menina saudável e esperta. Sem pensar muito nas consequências, Tia resolve mandar uma carta para Nathan contando que teve a criança e enviando as fotos. É Juliette quem abre a carta e isso desmorona o seu mundo. Ela não confia mais em Nathan e decide que a partir de agora irá investigar toda essa história sozinha. E é ai que nossa história entra em um ritmo mais acelerado e envolvente.

Os capítulos dessa história são intercalados contando as visões de Juliette, Tia e Caroline e como a vida de uma criança mudou todas as três de um jeito único. Apesar de parecer complicado, é uma leitura fácil com uma narrativa muito bem construída que te prende até o final, acelerando quando precisa e diminuindo seu ritmo de vez em quando para não cansar o leitor.

Tive bons momentos de reflexão com esse livro, que consegue abordar temas polêmicos de uma forma um pouco mais leve. Pode ter certeza: esse livro irá te surpreender. 

Nota: 5,0.



Não deixe de participar do nosso top comentarista do mês

13 comentários:

Deixe seu comentário