Ruína e Ascensão - Leigh Bardugo


Autora:Leigh Bardugo
Editora: Gutenberg
344 páginas
Trilogia Grisha

Sinopse: 
A capital caiu.

O Darkling comanda Ravka em seu trono das sombras. Agora o destino da nação depende de uma Conjuradora do Sol arruinada, de um rastreador desonrado e dos cacos do que antes fora um grande exército mágico.

No fundo de uma antiga rede de túneis e cavernas, uma fraca Alina deve se submeter à duvidosa proteção do Apparat e daqueles que a veneram como uma Santa. Porém, sua mente está na busca pelo misterioso pássaro de fogo e na esperança de que um príncipe foragido ainda esteja vivo.

Alina deverá formar novas alianças e deixar de lado velhas rivalidades, enquanto ela e Maly buscam pelo último dos amplificadores de Morozova. Mas assim que começa a elucidar os segredos do Darkling, ela descobre um passado que mudará para sempre seu entendimento sobre a ligação que os une e o poder que ela carrega. O pássaro de fogo é a única coisa que está entre Ravka e a destruição — e reivindicá-lo pode custar a Alina o futuro pelo qual ela tem lutado.



Eu sempre fico receosa de ler a última parte de uma trilogia que eu gosto muito. As chances de o último volume não ser bom são grandes. Na trilogia Grisha, isso não se aplica bem, mas Ruína e Ascensão não é tãaao bom quantos os outros.

O que não quer dizer que o livro não seja bom. O livro é bom, bem escrito e apresenta um final competente e bem executado. Alina se vê às voltas com o culto em seu nome, a ameaça do Darkling, a busca pelo último amplificador de poder - o pássaro de fogo - e a decisão de com quem ela ficará - embora eu soubesse que a pessoa por quem eu torcia não ficaria com ela no final.

Então, Ruína e Ascensão tem um desenrolar mais lento, mais contemplativo... Diferente dos explosivos dois livros anteriores. E o grande final contra o Darkling acontece meio rápido e quase confuso. Eu esperava mais revelações e mais explicações...

Agora, o forte é a ambientação maravilhosa que Leigh Bardugo cria para a sua história, tornando-a uma das melhores autoras do gênero. As lendas locais, a geografia de Ravka e os países perto, a descrição de cenários deslumbrantes que enchem a imaginação... Isso, com certeza, é um grande ponto positivo da trilogia e também deste livro.

Já os personagens já se encaminham para seus respectivos desfechos. Personagens interessantes - como Genya, que tanto sofreu nas mãos da realeza, e Baghra, intrinsecamente ligada ao passado do Darkling - ganharam ainda mais brilho e impuseram suas presenças com respeito nessa terceira parte. Até mesmo personagens meio chatinhos - como Zoya - foram mais desenvolvidos.

Alina está mais madura do que nunca e todas as suas decisões equilibram muito a sua coragem, sensibilidade e força. Ela está mais fria e focada nesse livro, mas ainda é a mesma personagem do primeiro. Eu não gosto muito do Maly, né, mas ele está mais legal nesse livro e seu personagem ganha muita importância. Nikolai está mais carismático do que nunca e ganha alguns tons de complexidade. Já o Darkling revela algumas coisinhas, mas eu esperava mais do vilão que não tem medo de mostrar sua maldade e - às vezes - suas vulnerabilidades.

O final é bem coerente e bem construído, mostrando que, mesmo sem ter a mesma energia e ação dos dois primeiros, Ruína e Ascensão fecha muito bem a trilogia Grisha. E pra quem não leu ainda, o que está esperando???

P.S: Ainda não li os contos dessa trilogia, mas ouvi falar que eles retratam lendas de Ravka. 

Avaliação (de 0 a 5): 4,0






Trilogia Grisha
- Ruína e Ascensão




Não deixe de participar do nosso top comentarista do mês


4 comentários:

  1. Mikaela!
    Mesmo não sendo tão bom, notei que as explicações foram dadas e valeu a pena a leitura da série.
    É uma das mais desejadas por mim.
    “Só se vê bem com o coração, o essencial é invisível aos olhos.”(Antoine de Saint-Exupéry)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    Participem do nosso Top Comentarista, serão 3 ganhadores!

    ResponderExcluir
  2. Conheço essa série, até tentei ler, mas não fluiu, não consegui ir até o final. O livro é bom, mas não fez meu estilo.

    ResponderExcluir
  3. Adoro suas resenhas! Curto muito esse tipo de livro e eu já ouvi uma ou duas vezes falarem dessa trilogia, mas uma pra lista!

    ResponderExcluir
  4. Oie
    Já li várias resenhas sobre essa trilogia mas nunca consegui entender realmente sobre o que ela se fala.Mas é bom ver que você que é fã ficou satisfeita com o desfecho,eu continuo sem saber qual o ponto central dela mas o lugar e essas lendas locais parecem ser bem interessantes.

    ResponderExcluir