Uma Pitada de Amor - Katie Fforde


Autora: Katie Fforde
Editora Record
400 páginas
Original: Recipe for love
Sinopse:
Quando Zoe Harper conquista uma cobiçada vaga em um reality show de culinária, ela mal pode esperar para pôr suas habilidades à prova. Sua principal motivação é o prêmio em dinheiro: um valor que certamente a ajudaria a abrir sua tão sonhada delicatéssen. 

No entanto, ela logo percebe que a competição vai muito além da cozinha. Cher, outra concorrente, está disposta a tudo para ganhar, incluindo jogar seu charme para cima dos jurados. E as coisas se complicam ainda mais quando Zoe percebe que está se apaixonando por um deles: o incrivelmente sexy Gideon Irving. Com tudo o que está em risco, os dois têm muito a perder caso se envolvam, algo que parece cada vez mais inevitável.

De repente, Zoe percebe que há mais em jogo do que apenas canapés, cupcakes e técnicas de corte. Uma pitada de amor é um livro engraçado e doce na medida certa.







Logo que vi o tema e a capa desse livro já quis ler imediatamente. Imagina só: uma comédia romântica no cenário de Masterchef. A editora teve um timing perfeito para lançá-lo bem na onda de sucesso do programa (e de outros reality shows culinários como Cozinha de Pressão e os estrangeiros Cake Boss e Hell´s Kitchen, que eu também adoro).

E no geral é bom, só que ele poderia ter sido muuito melhor. Sério, não chegou nem aos pés da Sophie Kinsella e Sarah Mason, rainhas do gênero, na minha opinião.

Zoe Harper é fofa, prestativa e humilde. Ela realmente está no reality show porque ama cozinha, ao contrário da detestável Cher, que só pensa na fama. E o que a protagonista não esperava era se apaixonar por um dos jurados, o crítico culinário Gideon Irving.

Por um lado, é muito legal ver os bastidores das provas desse tipo de reality. A descrição da comida, da técnica de cortes, da combinação de sabores, tudo isso é muito bem aproveitado na história. 

Só que o romance não é bem aproveitado. Podia ser incrível com essa temática. Mas acho que é um pouco apressado demais e não é desenvolvido quando deveria ser. Falta aquela expectativa provocada no leitor quando torce pelo seu casal favorito. Por exemplo, em uma determinada parte do livro, a autora concentra a história em um acontecimento meio aleatório que não tem nada a ver com o caminho construído até ali. Normalmente, quando isso acontece é para desenvolver melhor o romance dos protagonistas, mas não desta vez.

Sem falar que Zoe - apesar de muito fofa - chega a ser irritante por nunca conseguir dizer "não" e nem ser grossa quando alguém é com ela. Sério, até mesmo os amigos da moça aproveitam demais essa bondade toda dela! E ela nunca reage aos insultos da Cher, pelo amor de Deus, né! Já Gideon é um típico personagem charmoso de chick-lit, só que não vemos tanto o lado "crítico" dele.

Enfim, para quem curte chick-lit e realities como Masterchef, é uma leitura rápida, fofinha e despretensiosa, para passar um domingo tranquilo e despreocupado.

Avaliação (de 0 a 5): 3,0



Photobucket

Não deixe de participar do nosso top comentarista do mês

9 comentários:

Deixe seu comentário