As Sete Irmãs #2: A Irmã da Tempestade,Lucinda Riley

Em "A irmã da tempestade", segundo volume da série As Sete Irmãs, as vidas de duas grandes mulheres separadas por gerações se entrelaçam numa história sobre amor, ambição, família, perda e o incrível poder de se reinventar quando o destino destrói todas as suas certezas. 

Ally D’Aplièse é uma grande velejadora e está se preparando para uma importante regata, mas a notícia da morte do pai faz com que ela abandone seus planos e volte para casa, para se reunir com as cinco irmãs. Lá, elas descobrem que Pa Salt – como era carinhosamente chamado pelas filhas adotivas – deixou, para cada uma delas, uma pista sobre suas verdadeiras origens. 
Apesar do choque, Ally encontra apoio em um grande amor. Porém mais uma vez seu mundo vira de cabeça para baixo, então ela decide seguir as pistas deixadas por Pa Salt e ir em busca do próprio passado. 
Nessa jornada, ela chega à Noruega, onde descobre que sua história está ligada à da jovem cantora Anna Landvik, que viveu há mais de cem anos e participou da estreia de uma das obras mais famosas do grande compositor Edvard Grieg. E, à medida que mergulha na vida de Anna, Ally começa a se perguntar quem realmente era seu pai adotivo.

A Irmã da Tempestade (The Storm Sister)
Lucinda Riley
As Sete Irmãs - Livro 02
Editora Arqueiro (2015)
521 páginas





Ally D'Aplièse é velejadora profissional, mas quando descobre que seu pai está morto ela perde o chão e o mar será seu consolo.

A segunda das seis irmãs é racional, adora velejar,não tem um teto próprio para voltar, mas isso não lhe incomoda. Basta a certeza de poder retornar à Atlantis e ter sua família.

Lucinda dividiu o livro em várias partes. Vamos ter o anúncio da morte de Pa Salt agora da visão de Ally,tudo que ela sentiu, como reagiu.

Não sei bem se foi o momento, mas foi o livro da Lucinda que menos me agradou. Diria que foi morno em comparação com primeiro.

Ally passa por muito sofrimento antes de seguir as dicas que Pa Salt deixou na esfera armilar.

Enquanto isso a trama que se desenrola no passado,ligada a Ally, não teve aquele encanto que senti com os antepassados da Maia.

Lucinda continua com uma narrativa concisa e envolvente, encontrei uns poucos erros de revisão que não afetam a leitura.

O final do livro nos dá ideia de quem será a próxima irmã a ter a história contada e tem até um momento fofo.

Os primeiros doze capítulos contam a "vida" de Ally, da morte do pai adotivo até o início da ligação com seus antepassados,passa cerca de dois meses, e não são nada fáceis para a garota.

O certo é que desta vez Anna Landvik com sua bela voz de anjo, seus princípios rígidos e forte fé, que embarca numa aventura por amor, soou insossa.

Anna é forte,ingênua, resignada e esperançosa. Uma beldade que tem tudo bem encaminhado e uma decisão que pode colocar tudo em risco.

Lucinda Riley nos presenteia com duas tramas nas quais as personagens precisam ter raciocínio, fé. Nas quais tanto amor quanto sofrimento disputam a balança acirradamente.

O fundo com base em talentos musicais me encantou bastante. E se tem um personagem do qual gostei e torço para aparecer novamente é o Thom. Se bem que os personagens secundários foram maravilhosos.

Estarei esperando pelo terceiro e torcendo para que Estrela seja a próxima a brilhar.

Para ler a resenha do livro 1:

2. A Irmã da Tempestade (The Storm Sister)

Nota (0-5): 4








Não deixe de participar do nosso top comentarista do mês

4 comentários:

  1. Não conheço o livro, nem a escritora, gostei do livro, mas entretanto estou evitando começar leituras de séries cumpridas, já percebi que no mínimo serão 7 livros e minha lista de leitura ta enorme pra eu me aventurar a isso, RS. Obrigada pela sugestão!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Paloma, sim séries longas complicam nossa vida de leitor,mas é a Lucinda e não resisto. kkk

      Excluir
  2. oi flor, eu me apaixonei pelo livro anterior da autora logo nas primeiras páginas e virei fã, então sempre que houver livro dela eu vou querer, espero que a história me surpreenda, capa e título ja conseguiram
    felicidadeemlivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah Thaila, eu sou assim, quando gosto da escrita do autor quero todos. kkk Espero que leia e goste.

      Excluir