Como se Apaixonar - Cecelia Ahern

Autora: Cecelia Ahern
Editora: Novo Conceito
352 páginas
Original em inglês: How to fall in love
Sinopse:
Depois de não conseguir evitar que um homem acabasse com a própria vida, Christine passa a refletir sobre o quanto é importante ser feliz. Por isso, ela desiste de seu casamento sem amor e aplica as técnicas aprendidas em livros de autoajuda para viver melhor.

Adam não está em um momento muito bom, e a única saída que ele encontra para a solução de seus problemas é acabar com sua vida. Mas, para a sorte de Adam, Christine aparece para transformar sua existência, ou pelo menos tentar ajudá-lo. 

Ela tem duas semanas para fazer com que Adam reveja seus conceitos de felicidade. Será que ele vai voltar a se apaixonar pela própria vida?




Eu estava com receio de começar esse livro porque a temática de suicídio é extremamente delicada e me perguntei se isso daria certo para um romance. Mas Cecelia Ahern é especialista em tornar livros leves, então Como se Apaixonar nos faz torcer por Christine e Adam sem que pontos importantes não deixem de ser mencionados.

Christine é uma pessoa obcecada em ajudar os outros. Por isso, mesmo sem ser terapeuta (e sim recrutadora), ela enche suas estantes de livros de autoajuda com dicas para tudo. E quando ela não consegue impedir que um homem atire em si mesmo, sua vida muda. Ela percebe que também não consegue consertar seu casamento e pede o divórcio (o ex dela é um IDIOTA e um dos motivos para esse livro não ganhar nota máxima rs).

E para completar, ela vê outra pessoa prestes a se matar. Sem hesitar, ela implora que ele não faça isso e o rapaz avisa que se até a data do seu aniversário ele não mudar de ideia, irá tirar a própria vida. 

Isso parece um livro bem dramático. Mas acaba muito bem dosado com... Humor. Parece estranho, mas isso torna o livro muito gostoso de ler.  Adam, o rapaz que Christine salva, tem um senso de humor próprio. E Christine, na tentativa de fazê-lo ver como a vida é boa, acaba se metendo em várias confusões e arrancando alguns risos. A família super sincera de Christine também é destaque. Por favor, mais personagens como esses!

Mas apesar de Adam ser lindo e fofo, o livro não torna superficial a questão do suicídio. Ao longo da história, percebemos a importância de um terapeuta (mostrando que há certos assuntos que não podem ser resolvidos completamente com uma história de amor) e que não existem soluções mágicas. 

E o final nos dá uma lição especial sobre isso, mostrando outros personagens que já passaram por isso (inclusive um caso de slut shaming, em que uma menina sofre bullying por ter um vídeo de sexo vazado, o que é bastante atual e faz refletir sobre os males que a própria Internet tem sobre a saúde mental de alguém). O fato de Christine querer ser uma super-heroína nesse sentido me preocupou que desviasse a importância do tratamento, mas Cecelia Ahern trata tudo com maturidade e faz a própria personagem perceber que ela não tem a culpa pelo que se passa com os outros.

De negativo achei apenas alguns errinhos na revisão que normalmente não costumo ver nos livros da editora, mas nada que impeça a leitura. Só não dou nota máxima porque acho que Christine poderia ter sido mais incisiva com muitos dos seus próprios problemas pessoais (como mandar o ridículo ex-marido pastar) e que alguns personagens que apareceram por último foram meio clichês.

Mas Como se Apaixonar é um livro que consegue lidar com um tema delicado com muito amor e humor, sendo uma história que poderia fazer sucesso nos cinemas :)

Avaliação (de 0 a 5): 4,0





Photobucket
Não deixe de participar do nosso top comentarista do mês

4 comentários:

  1. eu ainda torço um pouco o nariz pra esse livro, por ser um livro da Cecelia eu esperava mais, em comparação com outros titulos achei simplório até!
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Thaila! Eu não achei esse o pior livro dela, acho que o que menos gostei foi o Livro do Amanhã. Mas gosto de todos, mesmo os que não são tão bons assim rs

      Bjs!

      Excluir
  2. Me lembrei de Como eu era antes de você ao ler o começo da resenha. Parece um excelente livro, queria muito ter a oportunidade de ler!

    ResponderExcluir
  3. Oi Mi...
    AI AI AI AI AI...gente que livro lindooo...eu vou chorar....ela vai conseguir eu tenho fe....ela vai fazer ele se apaixonar po ela...e vamos combinar e um tema pesado suicidio...gente o foninho caiu...quero ler...obggggg pela dica...bjss...

    ResponderExcluir