Uma linda história sobre amizade em Esperando por Doggo - Mark B. Mills

Dan achava que tinha uma vida feliz com Clara, mas, de uma hora para outra, ela desaparece inesperadamente de sua vida, deixando para trás apenas uma carta de despedida e um cachorro. A pequena criatura é incomum e sequer tem um nome definitivo, ele é simplesmente chamado de Doggo. Agora, Dan tem a missão de devolver Doggo, e, ao mesmo tempo, encontrar um novo emprego. A primeira missão parece ser fácil, a segunda, nem tanto. Com o passar dos dias, Dan começa a desfrutar da companhia de Doggo e não tem coragem de abandoná-lo. De forma singela, mas significativa, a presença do pequeno cão ajuda àqueles que estão ao seu redor. Doggo acaba tornando-se muito mais que um amigo de quatro patas, transforma-se em uma verdadeira fonte de inspiração para o trabalho e para a vida de Dan.  
Esperando por Doggo
Autor: Mark B. Mills
Editora: Novo Conceito
Páginas: 224


Levado por uma leitura simples, esperando por Doggo me conquistou. Sinceramente, eu não esperava que esse fosse o tipo de livro que iria gostar de ter na minha estante. Não tem um enredo dos melhores e nem ganhará uma nota considerável, mas a simplicidade da trama me conquistou pela relação tão bonita entre quatro patas e duas pernas, com aquele toque de humor, a leitura foi fluída e capaz de ser lida em uma tarde.

Nas primeiras páginas do livro estamos lendo uma carta deixada por Clara, que a partir de então passa ser a ex-namorada do nosso protagonista. O Daniel. A Clara chega a ser até bem humorada na carta que diz basicamente que enquanto ele estiver lendo, ela estará em um avião para um lugar distante, que a melhor forma agora seria ele devolver Doggo ao abrigo e procurar um emprego. Clara deixa claro que não quer ser encontrada e não vai revelar seu paradeiro.

“P.S.: Eu acabei de reler a carta e percebi que não deixei isso muito claro. Está tudo acabado entre nós, pelo menos por agora, o que eu suspeito que signifique para sempre, mas quem sabe? Nunca diga “nunca”, certo? Preciso me sentir aberta para outras oportunidades (e sim, tá bom, outros homens).” ▬ Página 9

Doggo perceptivelmente gostava mais da Clara, seu relacionamento com Dan era completamente instável. Então, Daniel resolveu seguir o conselho deixado por Clara sobre devolver o cachorro. Mas chegando no abrigo descobre que Doggo irá ser castrado, e acaba desistindo da devolução.

Dan descreve Doggo como um cachorrinho feio (que eu particularmente não achei, ele só é diferente), mas eles acabam se conquistando um ao outro. A trama também não gira apenas sobre o cachorro e seu dono, envolve muito mais do que isso, como os segredos da família de Dan e sobre seu novo emprego, que alias, é acompanhado pelo Doggo.

Mark B. Mills escreve de uma forma leve, não é uma escrita impactante e acredito que a história não exige isso. Alguns acontecimentos durante o livro ficam com pontas soltas, o que me levou a ficar com medo de que o fim viria a ser uma grande interrogação. Mas Mills conseguiu dar uma conclusão a todos os personagens. É uma leitura que recomendo para qualquer idade e se ama cachorros, deve ler esse livro.

Classificação: 3,5







Photobucket
Não deixe de participar do nosso top comentarista do mês

2 comentários:

  1. As vezes um livro aparentemente simples è o melhor *-*
    Parabéns! Gostei da sua resenha!
    Vou procurar esse livro!
    Bjus*-*

    ResponderExcluir
  2. Oi Leonardo, tudo bem?
    Sim, eu amo cachorros, então esse livro vai para minha lista agora mesmo.
    É sempre bom ler algo leve, ainda mais quando envolve humano e animal, acho tão lindo histórias assim.
    Gostei da sua resenha, vi que não posso esperar muito do livro, mas que vai ser algo legal para ler. Há, e ótima escolha de quote kkkk, coitado do Dan. Mas estou louca para saber oque acontece. beijos
    Lost Words

    ResponderExcluir