Morte Súbita - J.K. Rowling.


Sinopse: Quando Barry Fairbrother morre inesperadamente aos quarenta e poucos anos, a pequena cidade de
Pagford fica em estado de choque. A aparência idílica do vilarejo, com uma praça de paralelepípedos e uma antiga abadia, esconde uma guerra. Ricos em guerra com os pobres, adolescentes em guerra com seus pais, esposas em guerra com os maridos, professores em guerra com os alunos... Pagford não é o que parece ser à primeira vista. A vaga deixada por Barry no conselho da paróquia logo se torna o catalisador para a maior guerra já vivida pelo vilarejo. Quem triunfará em uma eleição repleta de paixão, ambivalência e revelações inesperadas?

Título: Morte Súbita.
Editora: Nova Fronteira.
Ano: 2012.
Páginas: 512.

Classificação: 5.



Quem aqui, assim como eu, é um grande fã da J.k.? Posso dizer, com toda a certeza do mundo, que essa obra é admirável, é um daqueles livros que você se surpreende com os acontecimentos, e se envolve completamente com os personagens.



Confesso que no começo achei o livro muito detalhado, e a leitura demorou um pouco para fluir, mas depois, o livro se mostrou muito interessante, e acabei entendendo o porque de tantos detalhes.

Logo no começo, temos a morte súbita de Barry Fairbrother, não, não é spoiler, já temos isso na sinopse, e o próprio nome do livro 'traduzido' já dá a entender que alguém morre não é mesmo?
Mas enfim, logo após que Barry morre, toda a cidade de Pagford virá as avessas.
A cidade, de modo sigiloso, começa uma guerra para tentar eleger quem vai ocupar o lugar de Barry no Conselho Distrital.
Mas nessa disputa, acontecimentos estranhos começam a acontecer, entre eles, mensagens, envolvendo os candidatos, mas não são quaisquer mensagens, são mensagens bem pessoais. Mas Pagford só tem a aceitar tudo isso.


Eu só peço uma coisa, se você for ler esse livro, não espere nada parecido com Harry Potter, J.K se mostrou extremamente profissional abordando assuntos como: traição, bullying, estrupo, drogas, entre outros, então leia o livro com a mente aberta, você vai se surpreender com a escrita da autora.
"Escolher é algo perigoso: quando escolhemos, temos que abrir mão de todas as outras possibilidades.”
E se você abandonou a leitura, volte a ler, vale muito a pena, vejo sempre vários comentários negativos sobre o livro, e queria vir aqui falar para vocês o quanto gostei, e o quanto vale a pena a leitura, a autora conseguiu ligar os personagens de uma forma única, conseguiu mostrar como as coisas acontecem de verdade, e você termina o livro de boca aberta.

Enfim, espero que tenham gostado da resenha, e me conta aqui nos comentários se você já leu o livro, ou leria.
Beijos!

Não deixe de participar do nosso top comentarista do mês

4 comentários:

Deixe seu comentário