Nove Regras a Ignorar Antes de Se Apaixonar - Sarah MacLean

A sonhadora Calpúrnia Hartwell sempre fez tudo exatamente como se espera de uma dama. Ainda assim, dez anos depois de ser apresentada à sociedade, ela continua solteira e assistindo sentada enquanto as jovens se divertem nos bailes. Callie trocaria qualquer coisa por uma vida de prazeres.
E por que não se arriscar se, aos 28 anos, ela já passou da idade de procurar o príncipe encantado, nunca foi uma beldade e sua reputação já não lhe fará a menor diferença? Sem nada a perder, a moça resolve listar as nove regras sociais que mais deseja quebrar, como beijar alguém apaixonadamente, fumar charuto, beber uísque, jogar em um clube para
cavalheiros e dançar todas as músicas de um baile. E depois começa a quebrá-las de fato.
Mas desafiar as convenções pode ser muito mais interessante em boa companhia, principalmente se for uma que saiba tudo sobre quebrar regras. E quem melhor que Gabriel St. John, o marquês de Ralston, para acompanhá-la? Afinal, além de charmoso e devastadoramente lindo, ele é um dos mais notórios libertinos de Londres.
Contudo, passar tanto tempo na companhia dele pode ser perigoso. Há anos Callie sonha com Gabriel e, se não tiver cuidado, pode acabar quebrando a regra mais importante de todas – a que diz que aqueles que buscam o prazer não devem se apaixonar perdidamente.

Nove Regras a Ignorar Antes de Se Apaixonar
Autora: Sarah MacLean
Editora: Arqueiro
Série Os números do amor
384 páginas
Classificação: FAVORITO

Esse livro conseguiu entrar na minha lista de favoritos e é tão difícil escrever sobre um livro que amei tanto, porque parece que por mais que eu escreva, sempre irá faltar algo, ou que não conseguirei passar o quanto o livro é bom.



Esse é o primeiro livro da série números do amor, que conta a história dos três irmãos St. John... Nesse primeiro livro acompanhamos Gabriel, o Marquês de Ralston, chefe da família e notório libertino. Um homem lindo, rico, poderoso, que pode ter a amante que quiser, mas que não acredita no amor e nem quer isso para si...

Seu par será ninguém menos do que uma solteirona, Lady Calpúrnia, que detesta esse nome e por isso prefere ser chamada de Callie... uma jovem sonhadora, que vê todas as amigas a sua volta casando, formando família, enquanto ela fica de canto... quando sua irmã mais nova fica noiva, algo parece mudar no íntimo de Callie e ela decide ir a luta... decide que realizará seus mais secretos desejos, afinal seguir todas as regras da sociedade não a fez mais feliz ou realizada.
Sua lista de desejos contém nove itens:
1 - Beijar alguém... apaixonadamente
2 - Fumar charutos e beber whisky
3 - Montar escarranchado
4 - Praticar esgrima
5 - Assistir um duelo
6 - Disparar uma pistola
7 - Jogar carta em um clube de cavalheiros
8 - Dançar todos os bailes em uma festa
9 - Ser considerada bonita. Uma só vez.
Para começar a executá-la ela irá procurar Gabriel, afinal se é para ser beijada, que seja pelo homem que fez parte dos seus sonhos na última década...

Gabriel fica um pouco chocado com a proposta de Callie, já que ela é uma jovem tão correta... mas vê também uma boa oportunidade... propõe uma troca... um beijo e um favor a ser solicitado no futuro, em troca de Callie ajudar sua meia irmã bastarda a debutar e ser aceita na sociedade...

Callie passa então a ajudar Gabriel com a irmã (que é personagem do terceiro livro) e a convivência entre os dois passa a ser algo surpreendente... os personagens secundários também são ótimos, o que fazem a gente morrer de vontade de ler logo os próximos... o próximo é do irmão gêmeo do Gabriel, sim, eles são dois pedaços de mal caminho... e ainda temos a Juliana que é a terceira irmã e muito divertida...

Gabriel é um homem doce, apaixonado (mesmo que ainda não saiba), gentil... que faz de tudo para conquistar Callie... um dos mocinhos mais queridos que já tive o prazer de conhecer...

A capa do livro é linda, achei que tem tudo haver com a personagem...

Enfim, sou só suspiros por esse livro e você precisa ler... e assim que o fizer, precisa vir me contar pra gente poder suspirar de amor juntas...kkkk



Não deixe de participar do nosso top comentarista do mês

2 comentários:

  1. Eu já terminei essa resenha pronta pra ir em algum site procurar o livro porque sim <3

    ResponderExcluir
  2. Oi Débora!
    Também sinto isso na hora de resenhar alguns livros que amo...essa impressão de que, por mais que eu fale, nunca vou fazer jus à leitura.
    A Arqueiro tem feito a alegria de leitores que curtem romance histórico, né? Infelizmente, não é um gênero com o qual me identifico. Mas que bom que você gostou tanto assim da leitura :)
    Beijos,
    alemdacontracapa.blogspot.com

    ResponderExcluir