A Noiva Fantasma - Yangsze Choo.

Sinopse: Certa noite, meu pai me perguntou se eu gostaria de me tornar uma noiva fantasma...
1893. Li Lan é uma jovem que recebeu educação e cultura, mas que vive sem grandes perspectivas depois da falência de seus pais. Até surgir uma proposta capaz de mudar sua vida para sempre: casar-se com o herdeiro de uma família rica e poderosa. Há apenas um detalhe: seu noivo está morto.
A Noiva Fantasma é o surpreendente romance de estreia de Yangsze Choo, a escritora de ascendência oriental que está encantando fãs por todo o mundo.
Por mais fantásticas que pareçam, as noivas fantasmas ainda resistem até hoje em parte da cultura asiática. A prática, que chegou a ser banida por Mao Tsé-Tung durante a Revolução Cultural, foi muito frequente na China e na Malaia (hoje Malásia) no final do século XIX. O casamento era usado para tranquilizar um espírito inquieto, e garantir um lar e estabilidade para as mulheres que diziam sim a maridos já falecidos. É claro que elas tinham um preço alto a pagar, e com Li Lan não seria diferente.
Evocando obras como Lugar Nenhum, de Neil Gaiman, essa obra é uma história impressionante sobre o amor sobrenatural e sobre o amadurecimento, escrita por uma extraordinária nova voz da ficção contemporânea. 
Título: A Noiva Fantasma.
Editora: Darkside.
Ano: 2015.
Páginas: 360.

Classificação: FAVORITO.

Oie, tudo bem?
Esse é meu segundo contato com livros da Editora Darkside, e diferente da minha experiencia com Circo Mecânico (resenha), posso dizer que A Noiva Fantasma me surpreendeu muito. 



"Certa noite, meu pai perguntou se eu gostaria de me tornar uma noiva fantasma. Perguntar talvez não seja bem a palavra. Estávamos em seu escritório, eu folheando um jornal e ele no sofá de vime. A noite estava quente e quieta, com mariposas voando em círculos pelo ar úmido, atraídas pela lamparina acesa. "O que você disse?" (...)"
No começo do livro já entramos nessa questão de Li Lan ser noiva fantasma.
Li Lan perdeu a mãe quando ainda era um bebê, e desde então, seu pai está em luto, vive trancado em seu escritório fumando ópio. Li é criada pela sua Amah, que criou sua mãe também.
Sua família está falindo, e é feito a proposta dela se tornar uma Noiva Fantasma, ou seja, se casar com o filho da família Lim, que é uma família muito rica, e poderosa. Mas seu filho está morto.
Li Lan é convidada par ir a mansão dos Lim, e depois disso, é assombrada em seus sonhos pelo Lim Tian Ching, que faz com que ela vá atrás de ajuda para conseguir parar de 'sonhar' com ele.
"Nós chineses não gostamos de dar ou receber alguns presentes, por superstição: facas, porque você pode cortar relacionamento; lenços, porque eles carregam pranto; e relógios, por que eles são feitos para medir a passagem dos dias de sua vida." 
Depois disso a história começa a tomar um rumo que eu nunca imaginei, e sim, vou deixar vocês curiosos kkk.
Eu estou até agora apaixonada pela história, a autora teve o cuidado de ser bem detalhista, que para mim foi maravilhoso, já que não conhecia nada sobre a  Cultura Oriental.

O livro é dividido em quatro partes: Malaia 1893, O Além, A Planície dos Mortos, e Malaca.
Achei muito interessante a queima de oferendas, e o fio que conecta duas coisas importantes entre os vivos e os mortos.
É um livro maravilhoso, com personagens fortes, dando destaque a protagonista que me conquistou por ser determinada, e inteligente,  e isso é incrível numa sociedade cheia de costumes, onde a mulher não têm muitos propósitos além de casar e ter filhos, e seu marido poder ter várias esposas, ou concubinas.

Não posso deixar de citar o triângulo amoroso, que é outro ponto que gostei muito no livro, Tian Bai que é misterioso, e me deixou intrigada para saber a verdade sobre tudo que acontece; e claro, Er Lang que é misterioso também, mas me conquistou desde a primeira vez que apareceu no livro.
A autora teve o dom de me fazer odiar uns personagens, e amar outros, me deixou presa do inicio ao fim do livro, (o começo eu achei um pouquinho cansativo, mas mesmo assim, não conseguia largar, e acostumei com os detalhes).

Enfim, não vou falar muito, para não estragar as surpresas que o livro reserva, e quero dizer que não é um livro de terror, é um romance, com mistério, e essa pegada sobrenatural que eu adoro.
Adorei conhecer mais sobre essa Cultura Oriental, aprendi muitas coisas, e o livro entrou para os meus favoritos.

Me conta aqui nós comentários se você já leu, ou gostaria de ler?
Beijos!

4 comentários:

  1. Oi, Aline! Tudo bem? Menina! Super me interessei pelo livro, viu? Essa capa é linda, a premissa da obra é ótima e seus comentários super me empolgaram. Adorei a resenha! <3

    Abraço

    http://tonylucasblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oi Aline

    A noiva fantasma tem uma narrativa bem diferente né? A história é bem fora do comum, que bom que vc está gostando <3

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  3. Oie! Tudo bem? Estou de olho nesse livro faz tempo, parece ser muito bom! E a capa é linda!
    Bjss, seguindo aqui, segue por favor la no RT, vai ajudar muito <3 e venha conhecer os três Poetas Urbanos do mês de Setembro: http://resenhasteen.blogspot.com.br/2016/09/projeto-poetas-urbanos-apresentacao-dos.html

    ResponderExcluir
  4. ooi!
    desde que esse livro lançou que tenho certo interesse em lê-lo, o que me encanta mais é o tipo de cultura que ele aborda!
    me parece ser bem interessante!
    bjs xxx
    http://lendocomela.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir