Vocação para o Mal - Robert Galbraith

Quando um pacote contendo a perna decepada de uma mulher é entregue a Robin Ellacott, seu chefe, o detetive particular Cormoran Strike, suspeita de quatro pessoas de seu passado que poderiam ser capazes de tamanha brutalidade. Mas quando a polícia foca no suspeito que Strike tem cada vez mais certeza de que não é o criminoso, ele e Robin precisam correr contra o tempo para descobrir a verdade. Depois de O chamado do Cuco e O bicho-da-seda, o terceiro romance da aclamada série escrita por Robert Galbraith, pseudônimo de J. K. Rowling, é um suspense inteligente, com reviravoltas inesperadas a cada página, e também a emocionante história de um homem e de uma mulher numa encruzilhada em suas vidas pessoais e profissionais.

O que dizer de uma série que só melhora a cada livro?

Que você deve parar tudo que está fazendo nesse momento e ir correndo ler essa série (calma, termine de ler a resenha primeiro, deixe um comentário bem simpático pra essa que vos escreve e aí sim... saía correndo porque já perdeu minutos preciosos de leitura)...

Nesse terceiro livro a dupla Cormoran e Robin está ainda melhor, em mais sintonia... isso porque aos poucos descobrimos mais sobre o passado dos personagens, o que torna possível termos uma visão mais ampla de tudo que os rodeia... claro que sem esquecer o mistério de um crime a ser desvendado...

Em cada um dos livros a autora tem melhorado no quesito suspense e começa a realmente me enganar em alguns momentos... coisa que eu amo... porque depois de passar anos lendo livros policiais e séries de tv, nem sempre os autores e roteiristas conseguem me surpreender, mas quando isso acontece, eu tiro meu chapéu (panamá imaginário)... nesse livro eu até acertei, mas aí ela me despistou e me deixou no escuro...

Robin está melhor do que nunca nesse livro, nos conta coisas dolorosas do seu passado ao mesmo tempo que mostra que é uma mulher forte, determinada e está se tornando uma das minhas heroínas preferidas de livros, digo que está se tornando porque por se tratar de uma série, a autora vai revelando detalhes pessoais dos detetives aos poucos e a gente vai se encantando aos poucos também...

E se eu já detestava o noivo da Robin antes, agora então peguei bronca mesmo... não sei o que ela vê nele... é como ver uma amiga que namora um cara que a gente não gosta... a gente suporta só pela amiga e infelizmente não pode falar nada... affff... muito babaca...

E o Cormoran está perfeito como sempre... um herói totalmente diferente, cheio de defeitos e muito bem construído... pelo jeito vou passar a série toda torcendo pra ele e a Robin virarem um casal... ah, seria tão legal... 

Quanto a história desse terceiro livro, é até possível ler fora de ordem pois o foco sempre é o crime em si, mas você perderá a magia de conhecer mais sobre os personagens principais... pois eles são mostrados em camadas e cada livro complementa o outro... então se puder, leia na ordem...

Mas um livro onde partes de corpos são enviadas para os detetives merece um certo crédito, né? O assassino, claro, é maluco... um maluco perturbador é verdade... porque sabemos o que ele pensa, como ele pensa... e no final eu fiquei me perguntando como me deixei enganar... 

Série Cormoran Strike:

0 comentários:

Deixe seu comentário