Os melhores livros de 2016 - na minha opinião


Confesso: li poucos livros em 2016, apenas 33, passando bem longe da minha meta anual. Mas, em compensação, li obras bem marcantes e gostaria de compartilhar com vocês os melhores de 2016 em categorias especiais. Vamos lá!



Livros para derreter o coração
Eu li poucos assim este ano, quem sabe apareçam mais em 2017?


A Dama da Meia Noite - Tessa Dare
Um livro clichê, mas com uma história encantadora. Perfeito para ler em um momento de estresse ou em um domingo à tarde. O romance da fofa Kate e do antipático Cabo Thorne se divide entre momentos hot e os de pura ternura.








Três Coisas Sobre Você - Julie Buxbaum
Taí um livro que eu não achei que fosse gostar muito. Mas a narrativa fluida, que lembra os melhores livros da Meg Cabot, acabou me conquistando e não consegui largar até terminar.  Quem curte romances high school, vai se identificar.








Qualquer Outro Lugar - A.G. Howard
Um dos livros mais aguardados do ano! O encerramento da trilogia Splintered podia ter sido melhor? Podia! Mas eu gostei tanto de rever os personagens, de ver como Alyssa, Jeb e Morfeu iam resolver o seu triângulo e de mergulhar mais uma vez nas descrições fantásticas do livro, que relevei muita coisa e curti bastante a leitura.







Livros para não largar as páginas
Descobri este ano o quanto gosto de livros de suspense/policiais/terror e prometo ler mais livros assim no próximo ano.

A Garota no Trem - Paula Hawkins
O começo é lento, mas quando pega velocidade fica muito bom. Tanto é que já virou filme. É realmente um thriller psicológico.










Caixa de Pássaros - Josh Malerman
Aquele tipo de livro que você lê para curar uma ressaca de outro livro ou para voltar a pegar o ritmo em uma leitura. Mesmo com suas falhas, o suspense é muito bom e merecia mais páginas.








Livros que não saíram da minha cabeça
É sempre bom ler livros que te fazem sair do seu estado normal das coisas. Eles cutucam o seu cérebro e marcam presença na sua memória.

1984 - George Orwell
Chocante, fascinante, perturbadoramente próximo à realidade. Eu podia fazer mais outra resenha sobre o quão genial esse clássico é, mas, no momento, vou apenas recomendá-lo fortemente a você. Mostrando um governo totalitário que monitora as atividades dos cidadãos, 1984 é uma grande reflexão sobre a sociedade em que vivemos.






As Brumas de Avalon - Marion Zimmer Bradley
Li esse ano, mas a resenha só vai sair no ano que vem. Mostrando o ponto de vista das personagens femininas da lenda do Rei Arthur, esse livro mostra as relações entre a magia e o destino do ser humano, entre as velhas crenças e as novas, assim como a força das mulheres perante os caminhos da vida. É lindamente escrito, tem personagens incríveis e o desenrolar não é nada como sempre lemos. Marcou demais!





Roube como um Artista - Austin Kleon
Não fiz a resenha desse livro porque ele é tão curtinho! Mas é impactante. As ideias sobre criatividade começaram uma revolução na minha cabeça! Além de ser curtinho, é bem ilustrado e vale a pena guardá-lo num cantinho especial da prateleira.








Um livro que mudou o meu ano
Apenas um nessa categoria? Na verdade, eu criei essa categoria só para ele...

Sobre a escrita - Stephen King
Também não escrevi resenha sobre ele (na verdade, eu só costumo fazer resenhas se há alguma narrativa envolvida). Se o livro de Austin Kleon começou uma revolução na minha cabeça, Sobre a Escrita foi o combustível que fez a minha mente voltar a produzir histórias. Eu nem tenho palavras de como isso foi importante. Além de me fazer voltar a escrever de fato, esse livro me impulsionou até no trabalho (já que eu trabalho com escrita, de muitas maneiras). Foi o meu primeiro - e inesquecível - contato com o mestre Stephen King.





Livros que eu leria novamente
Com ou sem ressalvas, são livros que eu gostei tanto que leria novamente um dia. E isso não é comum de acontecer, pela falta de tempo e tal.

Labirinto - A.C.H. Smith
A novelização de um dos meus filmes favoritos da infância vem com uma capa e produção gráfica fantásticas e eu fico como? Pirando, apenas. Para quem não viu o filme, uma história interessante que parece Alice e para quem viu (e gostou) do filme, uma relíquia pra se guardar pra sempre na estante. Leria de novo sempre que assistisse o filme.







O Iluminado - Stephen King
Como eu poderia ler novamente um livro que me apavorou o suficiente pra me fazer sonhar com ele? Pois é, nem eu entendo direito. Mas a escrita incrível e o suspense fantástico de Stephen King me fazem querer voltar às páginas deste clássico. Recomendadíssimo!








Que 2017 seja um ano repleto de leituras interessantes e com muitas energias positivas para que as coisas possam melhorar!

E você? Quais foram os melhores livros que você leu neste ano?




1 comentários:

  1. Tessa Dare é uma das autoras que preciso começar a ler em 2017

    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir