A extraordinária série da Netflix: The OA


Estou um tanto extasiado ainda para comentar sobre essa série, mas hoje irei quebrar essa barreira. The OA é aquele tipo de série que faz você maratonar(virou verbo já) e consegue terminar em um dia apenas, isso deve-se a sua pouca quantidade de episódios: 8. Levei dois dias para concluir, era emoção demais para meu ♥

Estava totalmente no escuro quando cliquei para iniciar a série, não tinha visto as divulgações que a Netflix estava promovendo, nenhuma sinopse, nenhuma publicação de amigos, nothing at all! Então vou contar a vocês como foi essa minha visão, levando em conta esse ponto de vista.


Sem mais delongas... o começo de The OA é meio conturbado. Mas calma, conturbado de um lado bom. Temos a história de um casal no qual está sofrendo há sete anos por causa do desaparecimento de sua coitada filha cega, a Prairie. 

Até ai tudo tranquilo, uma história convencional. Só que logo Prairie é encontrada. Um vídeo da garota começa a circular pelo YouTube, ela está pulando de uma ponte. Seus pais assim que tomam conhecimento do vídeo vão atrás da Prairie, entretanto ao chegar no hospital descobrem que sua filha antes cega, agora enxerga e se diz não se chamar mais Prairie, e sim OA e que seu objetivo é voltar para o lugar onde estava.   WHAT? 😦

"Todos morremos mais vezes do que podemos contar. - Prairie (The OA)"

Prairie não contou nada a polícia, nem a seus pais e muito menos ao FBI. Nada disse sobre seu sumiço. Agora o objetivo da moça é encontrar cinco diferentes pessoas e com algumas regras, ela vai contar a eles a história de sua vida, incluindo seu desaparecimento, para que eles possam ajudar ela a voltar a esse bendito lugar.

E a história da série se desenrola nesse contexto, o que aconteceu durante esses 7 anos? Como uma garota 100% cega volta a enxergar? E porque OA? E porque ela pulou da ponte? Onde ela estava? Como esses 5 desconhecidos irão ajuda-la a voltar? Por que voltar? Muitas perguntas, não é mesmo?

 Tradução: O maior erro que eu fiz foi acreditar que se eu lançasse uma linda rede eu pegaria apenas coisas bonitas.

Não vou prolongar muito a resenha para vocês, porque o bom dessa série são as surpresas, então se puderem, assistam! Não saiam atrás de spoilers, senão, possa ser que quando for assistir perca a essência da trama.

Preciso criar um parágrafo só para dizer que o final da primeira temporada foi surpreendente e que está rolando ai uns rumores bem confiáveis de uma segunda temporada. Quando acabou eu senti uma onda de choque por todo o meu corpo durante dias, se você tiver uma mente aberta e bem interpretativa, você entenderá o final. É um final à moda Cisne Negro, só para que tenham uma ideia. 


2 comentários:

  1. Oi, Leonardo, tudo bom?
    Eu vi em todo lugar todos falando dessa série, mas pelo trailer e pelas sinopses eu fiquei curioso para saber, mas não tive vontade de assistir. Agora com seu post, talvez esta seja uma das minhas próximas séries da Netflix hahaha
    Abraços!

    -Ricardo, http://lapsodeleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ricardo, tudo bom! E com você? espero que sim.
      Por favor, faça isso... se você gostar de drama e filmes/séries de interpretações ocultas essa será uma ótima pedida para começar 2017!
      Depois conta o que achou :)

      Excluir