Os caçadores de lendas Darkmouth - Shane Hegarty

Sinopse: Elas estão chegando!
As Lendas (ou melhor, monstros aterrorizantes que se alimentam de humanos) invadiram a cidade de Darkmouth. Elas querem dominar o mundo.
Mas não entre em pânico! Finn, o último dos Caçadores de Lendas, vai nos proteger.
Finn tem doze anos, adora animais, não leva muito jeito para lutar; mas é muito, muito esforçado. E todos nós sabemos que ser esforçado é a melhor arma contra um Minotauro faminto, né?
Hum... Pensando bem, pode entrar em pânico.
Entre em pânico agora! Corra!

Título: Darkmouth.
Autora: Shane Hegarty.
Editora: Novo Conceito #IRADO.
Ano: 2017.
Páginas: 336.

Classificação: 

Oi gente, tudo bem? Hoje vim contar para vocês oque achei de Darkmouth, é um livro de aventura, com muita fantasia, e um protagonista que é impossível de não se apegar. Vêm conferir:


Darkmouth conta a história de Finn, o último dos caçadores de lendas. 
Seu pai Hugo vêm treinando ele a muito tempo, e Finn precisa derrotar três lendas para poder ser o próximo Caçador de Lendas, e poder proteger sua cidade. 
Várias e várias gerações da família de Finn são Caçadores de Lendas, então é como se fosse um legado.
Mas não é tão simples assim, Finn não tem vontade de ser um caçador, ele quer ser uma pessoa normal, ter amigos, e seguir a profissão que tanto sonha, se tornando um veterinário. 
Ele tem apenas 12 anos, e sente que sua vida já foi decidida para ele, mas Finn não é tão bom quanto seu pai era na sua idade, e está longe de ser, ele não consegue pegar nenhuma lenda, e seus treinamentos são sempre vergonhosos. Mas ele se esforça, sai pela cidade junto com seu pai e sua 'armadura' com um dissecador (que faz lendas virarem uma esfera pequena), e se esforça ao máximo para conseguir parar as lendas que passam pelos portais, mas é sempre seu pai que aparece de última hora e acaba salvando mais uma vez o dia. 
Darkmouth é a única cidadezinha que ainda recebe monstros, ou seja, a única cidade que ainda existe os Caçadores de Lendas, em outras cidades isso acabou a muito tempo, e Darkmouth nunca ganha novos moradores, ou visitantes. 
Mas algo muda, vários portais começam a abrir ao mesmo tempo mesmo sem passar nenhuma Lenda por eles, e também temos uma profecia, será que Finn vai se tornar o próximo Caçador de Lendas? E oque essa profecia diz? Quem são os novos moradores da cidade (sim, temos pessoas novas, estranho não?)?, leia Darkmouth e veja o quanto você pode se aventurar em um mundo de fantasia. 

"Eu só escuto falar sobre as coisas incríveis que você fez quando tinha a minha idade. Você derrotou tal Lenda. Você inventou tal arma. A menos que tenha uma história que termine com você caindo em uma privada ou algo assim, elas não vão fazer com que eu me sinta melhor agora." - Pág: 24.

Eu comecei a ler o livro admirada pela edição (que vou falar mais adiante), mas não esperava nada demais da história, achei que iria ler algo infantil, ou parecido com algumas coisas que já li. Mas quem diria que eu estava tão enganada.
Darkmouth me surpreendeu muito, é uma história em que o leitor se vê junto ao personagem torcendo pelo seu sucesso, e ficando triste junto com ele quando as coisas não dão certo.
Temos também a relação de pai e filho, que apesar das diferenças o leitor sente o amor que um tem pelo outro mesmo sem demonstrar.
Achei o Finn muito maduro apesar de só ter 12 anos, ele não quer ser um Caçador de Lendas, mas não faz corpo mole em nenhum momento, tem suas discussões com seu pai que muitas vezes não o escuta, mas mesmo assim não achei suas atitudes infantis. Eu me peguei confiando nele o livro todo, sabendo que ele ia passar pelas situações, e me admirei com isso, não me apego a nenhum personagem dessa forma a algum tempo.


O autor tem uma escrita gostosa, e faz você imaginar tudo de uma forma surpreendente.
Eu juro para vocês, eu sonhei com o Minotauro do livro kkkk, os personagens são muito bem feitos, e temos muitos desenhos pelo livro que ajuda o leitor a entender melhor a história.


O traço é lindo demais. E deixou a história ainda mais leve, uma leitura rápida e muito, muito agradável.

Achei legal a forma como o autor cuidou dos detalhes, descrevendo a casa de Finn de uma forma que me imaginava andando pelo corredor, olhando os retratos dos ancestrais de Finn que também foram Caçadores de Lendas, achei legal o Finn ter essa vontade de fazer diferente, de querer mudar algumas coisas. achei lindo o apoio da mãe dele, e claro, eu sempre tenho que gostar de algum monstro né? E porque não o Broonie dessa vez? (Leiam, vocês vão entender).

Temos muitos outros personagens que vão de alguma forma ser próximos ao Finn, não vou falar muito deles porque ainda estou com raiva de alguns depois do final, então não quero dar nenhum spoiler por aqui.

O livro é dividido em 68 capítulos (são curtinhos, e a leitura não ficou cansativa em nenhum momento), a capa está linda, e tem tudo a ver com a história, os desenhos, os traços como já falei são maravilhosos, tem mapa no começo do livro, é uma das edições mais lindas por dentro que tenho aqui. Não achei erros ortográficos, o livro é narrado em terceira pessoa, as folhas amareladas.

O único problema é que terminou háhá, quero mais, preciso saber o que acontece logo gente, vida de leitor não é fácil kkk.

Mas enfim, indico esse livro para todos, entrou para os meus favoritos, fazia um tempo que eu não lia fantasia, e Darkmouth me fez querer voltar a ler mais esse gênero que eu tanto amo.

Me conta aqui nos comentários se você gostou da resenha?
Beijos!

2 comentários:

  1. Que livro mais amorzinho, achei meio nostálgico, porque seria algo que eu leria na idade de Finn. Achei a premissa bem inovadora, um Caçado de Lendas. A edição parece estar bem feitinha e tem ilustrações <3

    bjs, Carol | Espilotríssimo
    www.carolespilotro.com

    ResponderExcluir
  2. Oi Aline, que livro legal. Eu gosto de ler histórias assim, com protagonistas tão jovens. Geralmente eles tem uma visão um tanto voltada pra coisas diferentes sabe, e sempre rola aqueles questionamentos. Olha, eu não leria o livro pela capa, achei que ela, pela sua resenha, poderia ter sido elaborada de forma a fixar no leitor um pouquinho das aventuras que estão presentes na história.
    Beijos
    [SORTEIO] Aniversário de 1 Ano: Livro - Perdida
    Quanto Mais Livros Melhor

    ResponderExcluir