Sr. Daniels - Brittainy C. Cherry

Sinopse: Depois de perder a irmã gêmea para a leucemia, Ashlyn Jennings é enviada pela mãe descompensada para a casa do pai, com quem mal conviveu até então. Devastada, Ashlyn viaja de trem para Edgewood carregando poucos pertences, muitas lembranças e uma caixa misteriosa deixada pela irmã. Na estação, Ashlyn conhece o músico Daniel, um rapaz lindo e gentil. A atração é imediata, e, depois de um encontro romântico, os dois descobrem que compartilham não só o amor pela música e por William Shakespeare, mas também a dor provocada por perdas irreparáveis. O único problema é que, quando Ashlyn começa o ano letivo na escola onde o pai é diretor, descobre que Daniel é o Sr. Daniels, seu professor de inglês, com quem não pode de jeito algum ter um relacionamento amoroso. Desorientados, os dois precisam manter seu amor em segredo, e são forçados a se ver como dois desconhecidos na escola. E, como se isso já não fosse difícil o bastante, ainda precisam tentar de todas as formas superar problemas do passado e sobreviver a alguns conflitos inesperados e dramáticos que a vida apresenta – e que poderiam separá-los para sempre.
Título: Sr. Daniels.
Editora: Record.
Ano: 2015.
Páginas: 322.

Classificação:

Primeiro leitura de 2017, e que leitura, estou completamente apaixonada por essa história linda.
Sim, pode ser uma história clichê, uma aluna e um professor, um amor proibido. Mas Sr. Daniels é uma história que vai além desse clichê, é uma história de superação, amor, amizade, convívio familiar e como as vezes a gente finge que está feliz, mas por dentro está em pedaços.
"Não tinha certeza disso, mas estava começando a achar que a solidão era uma doença. Uma doença infecciosa, nojenta, que demorava a entrar em seu corpo e então te dominava, mesmo que você tentasse combatê-la ao máximo."
O livro conta a história de Ashlyn e Daniel, tem narrativa intercalando o ponto de vista dos dois, o que deixa o leitor ainda mais envolvido na história. Ashlyn acabou de perder a irmã gêmea para a leucemia, e sua mãe parece não se importar com ela, tanto que manda a filha para a casa do seu pai, que a muito tempo não aparecia, só apareceu mesmo para o velório da filha. 
Ashlyn se sente perdida, e muito sozinha,  ela vai morar com o pai, a nova mulher dele e seus dois filhos, e estudar na escola em que seu pai é diretor. 
Já Daniel sabe muito bem o que é perder alguém que ama, eles estão na mesma situação. 
Eles se encontram pela primeira vez na estação, e a química é imediata, em seguida se encontram em um bar, e o leitor percebe o quanto Daniel pode fazer diferença na vida de Ashlyn, e ela na dele, um pode salvar o outro de tantas dores e decepções. 
Mas quando Ash vai para a escola, descobre que seu professor de Inglês é o Daniel, ou melhor, Sr. Daniels, e é ai que tudo se complica, fiquei presa no livro do começo ao fim, torcia para eles não serem pegos, e para que tudo desse certo, mas será que deu? 
" - Eu não disse que seria fácil. Só disse para ir em frente. Além do mais, as melhores coisas da vida não são fáceis. Elas são difíceis, são cruas e dolorosas. Isso torna a chegada ao destino final muito mais interessante."
Os personagens apresentados no livro são muito bem trabalhados, todos tem seu papel fundamental, e a maioria desses personagens me conquistaram. 
Ashlyn é determinada, e gostei de ver as suas atitudes, e sua força para superar tudo, achei ela bem madura na questão de Daniel ser professor, ela não ficou implorando para ele desistir de tudo e ficar com ela, muito pelo contrário, apoiou ele, e sempre pensou no que seria melhor para ele. 
Daniel é incrível, músico, professor, tem um amor lindo pela família, tem muitas tristezas mas não deixa isso abalar as pessoas a sua volta, é aquele personagem que você se apaixona logo nas primeiras páginas. 
"Sua voz era leve como a garoa, mas eu sabia que poderia criar uma tempestade se ele quisesse."
Henry, o pai de Ash me conquistou também, ver como as coisas entre eles foram amadurecendo, essa relação pai e filha, achei lindo demais. 
Destaque aos filhos da mulher de Henry, Ryan e Hailey, eu queria ter os dois na minha vida, achei incrível como eles aceitaram Ash e viraram amigos dela, são dois personagens que vou levar para a vida, principalmente Ryan.
" - Porque fingir ser feliz é quase como ser feliz. Até você lembrar que é apenas fingimento. Então você fica triste. Realmente triste. Porque usar uma máscara todos os dias da sua vida é a coisa mais difícil do mundo. E depois de um tempo, você tem um pouco de medo porque a máscara se torna você."
Esse é um livro que tem perdas, muitas perdas, mas ao mesmo tempo tem amor, confiança, amizade. 
Não posso deixar de falar na irmã de Ash, mesmo não estando mais presente ela se fez presente através de cartas, e eu sorria ou chorava toda vez que Ash conseguia cumprir algo que sua irmã pediu. 

É um livro que entrou para meus favoritos, e super indico ele, se você ainda não leu. Leia. 
Beijos!

1 comentários:

  1. Oi, Aline. Sr. Daniels é um livro completamente maravilhoso. Lembro que fiquei eufórica ao ler as páginas dele, chegando a um baque e não sei como sobrevivi a uma ressaca literária depois dele. É um livro intenso e muito forte, então é impossível não se apaixonar.
    Beijo! Leitora Encantada

    ResponderExcluir