Angus O Primeiro Guerreiro - Orlando Paes Filho

Sinopse: Bretanha, ano de Nosso Senhor de 863. Cidades e monastérios são deitados ao chão. Os invasores fazem frente aos maiores reis da Bretanha, tudo se torna árido pela devastação. A morte se espalha por toda parte. Mas há um guerreiro de nome Angus MacLachlan, que não
parece tombar diante dos ataques daneses. Ele não se curva aos dominadores nórdicos. Parece abençoado, luminoso, assim como luminosa é sua espada a espalhar cadáveres dos invasores.
Ele parece libertar os cativos e propor uma nova resistência. Ele parece unificar reis. Um oponente terrível contra a invasão, que tenta destruir a Bretanha e seus reinos para sempre
Angus - O Primeiro Guerreiro é o início de uma trilogia medieval ricamente ilustrada, que mistura literatura fantástica com importantes fatos históricos da humanidade.

Título: Angus O Primeiro Guerreiro.
Autor(a): Orlando Paes Filho.
Editora: Novo Conceito/Novas Páginas.
Páginas: 368
Ano: 2017.

Classificação:

Oi gente, tudo bem? Quem ai gosta de livros medievais, cheio de cenas incríveis, com uma história envolvente? Angus tem isso, e muito mais, vêm conferir:


Ano 545:
O Monge Columba convoca os Druidas para forjar uma arma sagrada. Uma espada banhada a luz, uma espada para combater algo terrível que está por vir. E nessa espada aparece um nome, Angus.


Ano 865:
Angus, filho de Seawulf e Birgid, está agora com dezesseis anos e sonha em ser um guerreiro de verdade. Então ele vai em sua primeira missão com seu pai e o exercito Viking para vingar a morte de Ragnar.
Ivar Sem-Ossos foi quem convocou o exercito para vingar a morte de seu pai, mas isso vai gerar atritos pois enquanto ele quer vingança o pai de Angus quer só a próxima aventura.
Angus foge desse desentendimento mas não antes de algumas coisas complicadas acontecerem, como por exemplo algumas mortes. Então Angus acaba na floresta sozinho e ferido, e encontra um Monge que o pega como aprendiz e ensina a Angus as Sete Virtudes.


Gostei de ver como Angus amadureceu depois de encontrar com o Monge, gostei de ver como os ensinamentos foram importantes para Angus ver que do jeito que estava não tinha nada de honroso.
Então ele aprendeu e depois partiu para fazer diferente e vingar uma morte.
Em O Primeiro Guerreiro temos lutas muito bem descritas, enquanto eu lia eu sentia a adrenalina e a emoção, como se estivesse lá, presenciando tudo. Temos conhecimentos, e personagens amáveis e alguns nem tanto;
Nosso protagonista não é um personagem fácil de gostar, ele não é nada cativante, mas isso não significa nada nessa história, pois Angus acaba se mostrando forte e dono de uma personalidade única.
Outra coisa que gostei foi Angus ter conhecimentos sobre a religião do seu pai e da sua mãe, ambos tinham religiões diferentes e Angus acabou tendo conhecimento das duas.

" Tome seu angu, afie seu machado, estude seu inimigo, espere pelo momento certo para atacar. Nem antes nem depois, Angus."

Como o livro é bem detalhado a leitura no começo foi um pouco cansativa, mas depois pra mim fluiu normalmente, a edição está linda, as ilustrações entre os capítulos ajudaram a leitura a render, as folhas são amarelas e a fonte tem um bom tamanho. Não encontrei erros ortográficos, e a capa está maravilhosa, uma das edições mais lindas da minha estante. Ou seja, a Novo Conceito arrasou mais uma vez.

Para quem não sabe esse livro é nacional, e isso só ganhou mais pontos comigo, adorei ver um autor nosso escrevendo um livro tão incrível.

Indico para todos que gostam de livros com aventura, em época medieval e guerra.

Me conta aqui nos comentários se vocês já conheciam ou se querem ler o livro.
Beijos!

Book Trailer:

0 comentários:

Deixe seu comentário