No Coração da Floresta - Emily Murdoch

E se tudo o que você soubesse fosse uma mentira? E se a pessoa que deveria te proteger não tivesse condições nem mesmo de cuidar de si mesma? Carey é uma jovem de 15 anos com uma história de vida difícil. Levada às escondidas pela mãe para um parque nacional quando ainda era uma criança, tudo o que ela e a irmã menor conhecem é a floresta. Elas só têm uma a outra, considerando que a mãe, viciada em drogas e mentalmente instável, muitas vezes desaparece por dias sem fim. É durante um desses sumiços que repentinamente as meninas se vêem diante de dois estranhos, que as tiram da floresta e as levam para um mundo novo e surpreendente de roupas, meninos e aulas. Agora Carey precisa enfrentar a verdade por trás do seu passado e decidir se vale a pena revelar um terrível segredo, que, caso descoberto, pode colocar em risco a segurança e a nova vida das duas irmãs. No coração da floresta foi indicado a inúmeros prêmios, como a Carnegie Medal em literatura, e seus direitos foram vendidos para 8 países. Primeiro livro de Emily Murdoch, recebeu a seguinte crítica estrelada do Booklist: “Um livro cheio de dor e esperança. Uma estreia surpreendente.”

Título: No Coração da Floresta
Autora: Emily Murdoch
Editora: Agir Now
Ano: 2015
272 páginas


Eu admito: a capa foi o que me atraiu nesse livro logo de cara. Isso e também porque pensei que o enredo era totalmente diferente (acabei confundindo com outro livro sobre florestas e irmãs). Então, a leitura acabou sendo uma surpresa pra mim.

Normalmente, eu não gosto de ler sobre temáticas tão dolorosas (eu acabo sofrendo junto com os personagens e posso passar dias pensando na história), mas Emily Murdoch me surpreendeu. A história é delicada, sutil, corajosa, cheia de momentos de aquecer o coração. E a protagonista, Carey, simplesmente vai pro hall das melhores que já vi.


Duas meninas muito corajosas


Carey e Jenessa foram criadas pela mãe drogada no meio da floresta em um trailer velho, tendo somente latas de feijão para comer durante semanas muitas vezes. Até que o pai de Carey e a assistente social aparecem para levá-las dali.

No começo, a memória de Carey tem tanta saudade da antiga que até pensamos que não era tão horrível assim, mas à medida que ela vai lembrando de coisas hediondas que a mãe a obrigava a fazer, você vai sentindo um aperto no coração por ela.

A coragem dessa menina em cuidar e proteger a irmã, em enfrentar o mundo "real" com os draminhas de adolescentes idiotas, em se permitir amar e se perceber como merecedora disso é maravilhosa. Sério, só pela Carey, o livro já vale a pena.

- O que quer dizer com a gente num tem nada? Você tem esses livros, pra começar. Livros são como novos mundos - falo de forma respeitosa.
- E daí?
- E daí que isso significa que você tem o mundo. E é melhor tomar conta dele

E Jenessa é muito fofa, o retrato da inocência, impossível não gostar dela.


Uma narrativa sutil e delicada


Eu achava que a história seria tipo um thriller com Carey descobrindo mais detalhes assustadores da sua vida, mas é mais um drama mesmo. É sobre a parte mais feliz da vida da menina, mas ainda assombrada por segredos da floresta.

Embora a meia irmã Delaney seja uma chatinha, temos personagens incrivelmente amorosos como a madrasta Melissa e a nova melhor amiga Courtney, a fadinha. E, claro, o lindo Ryan, que acaba balançando o coração de Carey.

No geral, apesar de tanto sofrimento e de tantas pessoas horríveis terem passado pela vida das duas irmãs, a história é pontuada pela gentileza de pessoas ternas e bem "reais". Isso acaba equilibrando a trama.

O final já antecipado


Quando percebemos o tipo de coisa que a mãe fazia Carey passar, já dá pra intuir do que se trata o grande segredo da narrativa. E acaba que não é surpreendente, embora seja dolorosamente triste. Acho que o grande momento da história é nos admirarmos mais ainda com a força da protagonista.

Sério, essa menina é incrível.

Agora, eu sempre falo isso, mas senti tremendamente a falta de um epílogo. Merecia muuito um epílogo. Eu preciso saber como os personagens ficaram depois, queria ver mais da vida das meninas e das relações com outros personagens. E faltou saber mais detalhes do que aconteceu.



Gente, esse é um livro emocionante e muito sutil, realmente um drama de qualidade muito boa, a estreia de uma escritora bem talentosa.


Não deixe de participar do nosso top comentarista do mês

14 comentários:

  1. E a primeira resenha que leio deste livro e me surpreendi totalmente, já que se trata de um drama, que me deixou bastante curiosa, já que quero entender melhor o que esta personagem esta passando, já que me pareceu bastante obscuro e emocionante, gostei do fato de ter um pouco de realidade nesta estória, para poder da uma equilibrada, e nos envolver a leitura.

    Participe do TOP COMENTARISTA de Julho, para participar e concorrer aos livros "O Casal que mora ao lado" e "Paris para um e outros contos".
    http://petalasdeliberdade.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Nunca tinha ouvido falar dessa obra, acredita? E tudo que acabei conhecendo aqui me deixou bem interessada em ler essa história.
    Parece ser uma história bem delicada e emocionante mesmo. Uma vida bem difícil a das personagens, nossa!
    Parece ser uma trama bem construída também e gostaria muito de conhecer em breve.
    Beijos
    Caroline Garcia

    ResponderExcluir
  3. Já tinha visto esse livro e ele me deu uma curiosidade mas nunca consegui pegar pra ler. Gostei do jeito da história e confesso que trama cheia de dor e sofrimento acaba me chamando é mais atenção mesmo. Ahh eu gosto de sofrer com os personagens e torcer para as coisas melhorarem. Gosto mesmo.
    As garotas tem uma história difícil e que chama atenção. Poder ver essas coisas que elas passaram, os segredos que escondem, a relação com os pais e a vida difícil que tiveram deve dar um aperto no peito. E com tanta coisa ruim deve ser legal poder ver as boas pessoas que passam pela vida delas.
    A menina parece ser forte e isso torna a trama mais bonita, acho. Dá um certo orgulho ver que ela conseguiu passar pelas coisas sem se perder.
    Parece um bom livro.

    ResponderExcluir
  4. Nunca ouvi falar do livro e nem da autora, mas me pareceu muito bom!
    Não sou muito fã desse gênero de suspense, mas achei uma boa!
    Mesmo o final que não tenha sido uma coisa tão misteriosa assim!

    ResponderExcluir
  5. Oi.
    É a primeira vez que leio uma resenha desse livro. Realmente as personagens passam por um forte drama, que envolve completamente o leitor. Fiquei curiosa. Espero ter a oportunidade de conferir.
    Parabéns pela resenha, muito bem elaborada.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  6. Oi, já tô criando um monte de teoria pra essa história, eu acho que deve ser diferente ler algo onde a situação da protagonista já melhora no início, pelo que parece ela não corre mais perigo né.
    Nós já estamos tão acostumados com epílogos - e realmente tem uns que salvam os livros - mas eu gosto também de imaginar, se for pra ser ruim que nem tenha.

    ResponderExcluir
  7. Olá !
    Ainda não tinha lido nada desse livro ainda .
    Confesso que compraria ele só vendo a capa ! É linda !!
    Ao ver a capa parece que o livro vai ser sombrio e medonho mas ao ler a resenha entendi que é mais que isso, tem drama, superação e sofrimento dos personagens !
    O enredo é ótimo !
    Adorei !
    Bjo

    ResponderExcluir
  8. Ola!
    Que livro interessante, a capa realmente é incrível. A resenha e maravilhosa, a histórias dessas meninas realmente faz com que nós pensamos bastante e torcemos que der tudo certo no final, apesar da capa não se relaciona muito com a história, ela parece ser bastante sombria, porém a trama não tem nada haver com ela mas gostei bastante.

    ResponderExcluir
  9. Bom, como não li, esse mistério que Carey carrega e, se revelado pode colocar sua vida em risco, é o ponto forte da história. na verdade, tudo ainda é um mistério, desde uma mãe instável com duas crianças, um pai que aparece tempos depois e o tal mistério. Fiquei bem curiosa.

    ResponderExcluir
  10. Oi, tudo bom?
    Ainda não conhecia esse livro, mas a capa me atraiu demais! Adorei a sinopse e mesmo não gostando de sofrer com os personagens, daria uma chance à ele. Fiquei bastante curiosa para saber o que vai acontecer e qual é o mistério que Carey carrega! Definitivamente vai para a lista de desejados. Parabéns pela resenha!

    Beijos, Rob
    www.estantedarob.com.br

    ResponderExcluir
  11. Mikaela!
    Acredita que me emocionei tanto com sua resenha que chorei...
    Quanto sofrimento dessas meninas e quantos segredos guardados...
    E que mãe é essa? Pelo amor de Deus...
    Quero muito ter a oportunidade de ler esse livro e me emocionar com ele.
    Bom final de semana!
    “Ciência é conhecimento organizado. Sabedoria é vida organizada.” (Immanuel Kant)
    Cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA DE JULHO 3 livros, 3 ganhadores, participem.

    ResponderExcluir
  12. Olá Mikaela ;)
    Realmente essa capa chama a atenção, mas é esse enredo diferente que eu acho que prende o leitor.
    Adorei demais sua resenha, me deixou super interessada em ler o livro!
    Gosto de livros de drama, desde que seja na medida certa, e fiquei curiosa com a história da Carey.
    E que pena que não tem um epílogo para fechar o livro com chave de ouro né! Mas adorei sua indicação, muito obrigada!
    Bjos

    ResponderExcluir
  13. Também não gosto de livros dolorosos. Me preocupo muito com o final, pois se for triste vai me abalar muito. Mas acho que esse livro é diferente e eu me interessei muito por ele. Creio que vou me surpreende.

    ResponderExcluir
  14. A capa do livro realmente é muito bonita, as vezes faço como você leio somente por causa da capa, quando vi o livro achei que fosse assustador algo nesse estilo, mas fui lendo a resenha e percebi que não é nada disso, parece ser um livro emocionante e triste né, por causa das situações vividas por essas meninas, espero ter a oportunidade de ler, acredito que o livro irá me agradar muito e me ensinar também né.
    Beijos *-*

    ResponderExcluir