Uma Curva no Tempo - Dani Atkins

Sinopse:  A noite do acidente mudou tudo... Agora, cinco anos depois, a vida de Rachel está desmoronando. Ela mora sozinha em Londres, num apartamento minúsculo, tem um emprego sem nenhuma perspectiva e vive culpada pela morte de seu melhor amigo. Ela daria tudo para voltar no tempo. Mas a vida não funciona assim... Ou funciona? A noite do acidente foi uma grande sorte... Agora, cinco anos depois, a vida de Rachel é perfeita. Ela tem um noivo maravilhoso, pai e amigos adoráveis e a carreira com que sempre sonhou. Mas por que será que ela não consegue afastar as lembranças de uma vida muito diferente?

Título: Uma curva no tempo.
Autor(a): Dani Atkins.
Editora: Arqueiro.
Páginas: 256.
Ano: 2015.

Classificação: 

Oi gente, tudo bem?
Confesso para vocês que enrolei um pouco para fazer essa resenha, eu não tinha noção do que escrever, de como colocar em palavras cada emoção que essa história me fez sentir, mas aqui está, e espero que vocês gostem:
“Ninguém nunca lhe disse que, quando se cria um mundo de fantasia, ele deve ser melhor que o mundo real... e não mil vezes pior?”
Em Uma curva no tempo temos Rachel, que logo vai estar indo para faculdade, está comemorando com os amigos em um restaurante essa nova fase, fase de mudanças, onde muitos não vão se ver por muito tempo, tudo ia muito bem até um carro bater contra o vidro bem na mesa onde eles estavam sentados, Rachel está presa e Jimmy, seu melhor amigo desde criança corre para salva-lá, e é nesse momento que Jimmy virá um herói, Rachel está vida, mas Jimmy não. 
“O fio que tecia a trama de nossas vidas de repente parecia entrelaçado com ironia.”
Cinco anos depois, a vida de Rachel está de cabeça para baixo, ela está solteira, pois após o acidente terminou com o seu namorado, não fez faculdade, mora em um apartamento péssimo, seu pai está com câncer, ela tem uma marca do acidente no rosto, e sofre com dores fortes na cabeça,  e está na hora de voltar aonde tudo aconteceu, sua melhor amiga vai casar, e exige a presença de Rachel. Então ela volta para sua cidade, e resolve enfrentar os fantasmas do passado, mas algo acontece. 
“Pela primeira vez questionei por que estava tão motivada a demolir um mundo que podia ser muito melhor do que aquele no qual eu vivia.” 
 Agora Rachel está em uma realidade diferente, ou será a vida lhe dando uma nova chance? Cinco anos depois do acidente Rachel está noiva, Jimmy está vivo, seu pai está melhor do que nunca, e ela está trabalhando no que sempre sonhou e tem um apartamento dos sonhos, sem cicatriz, e sem dores de cabeça, mas Rachel insiste que isso não é real, porque ela não lembra dos últimos cinco anos maravilhosos que teve, e só lembra dos últimos cinco anos com sua vida destruída? 
O que está acontecendo? O que essas duas realidades tem em comum? Por que Rachel acha que nada é real, e só recorda de coisas ruins? Vêm descobrir lendo esse livro maravilhoso. 

E que livro, esse é meu segundo livro da autora, o primeiro foi A História de nós dois, que tem resenha aqui no blog (aqui), e eu amei o livro, e fui atrás para saber mais, descobri Uma Curva no Tempo que foi publicado bem antes, e fiquei louca para ler, mas só fui ler esse mês, e cheia de expectativas, eu não esperava ficar tão emocionada lendo um livro, na verdade nunca me emocionei tanto como lendo Uma Curva no Tempo, sério, eu chorava de soluçar, eu me sentia próxima a Rachel, torcendo por ela e pelo pai dela, e pelos amigos dela, sentia raiva de uma 'amiga' dela junto com ela, me apeguei mesmo sabe? 

Não quero falar muito do livro, para não dar spoilers, mas a história é muito bem construída, a autora soube dosar cada sentimento passado através da história, os personagens são cativantes, principalmente a Rachel, e o final, sem palavras. 

É isso, descobri que tenho sérios problemas em escrever resenhas de livros que eu amei, indico essa leitura para todos vocês;
E ai gostaram? Já leu? Me conta tudo aqui nos comentários, quero saber a opinião de vocês.
Beijos!


Não deixe de participar do nosso top comentarista do mês


16 comentários:

Deixe seu comentário