O Duelo dos Imortais - Colleen Houck

Quem são os deuses que regem os caminhos e descaminhos de Amon e Lily, os corajosos heróis da série Deuses do Egito? Por que esses deuses tramam conquistas e vinganças, envolvendo a humanidade em suas maquinações? E por que deixam nos ombros de alguns jovens mortais a responsabilidade pela salvação do mundo?
Antes que Lily e Amon se encontrassem, antes mesmo que o caos dominasse o cosmos e os deuses precisassem de três irmãos corajosos para combater o mal, muita coisa já estava em jogo. Em O duelo dos imortais, vamos conhecer a história dos quatro irmãos que assistiam, com seus poderes especiais, o grande Amon-Rá no governo da Terra:
- Osíris, o generoso deus da agricultura, que ajuda os mortais a crescer e prosperar em seu ambiente natural.
- Ísis, a linda deusa da criação, que promove a saúde e o bem-estar.
- Néftis, a doce vidente, que mantém o equilíbrio entre os seres vivos e o universo.
E por último Seth, o mais jovem, que cresceu desprovido de poderes e desprezado por todos.
Quando, finalmente, os poderes de Seth se manifestam, que efeito sobre a humanidade terá a perigosa mistura de uma infância marcada pela rejeição, uma intensa paixão não correspondida e o incrível poder de desfazer coisas, pessoas... e até deuses?
Romance, traição e vingança são os fios que tecem esta trama surpreendente, cujos personagens imortais despertam em nós os mais profundos sentimentos.

Esse livro é um prequel da série Os deuses do Egito e é bem curtinho, apenas 112 páginas... sua leitura em nada dá spoilers e nem é necessário já ter lido qualquer livro da série para entendê-lo, assim como sua leitura não é obrigatória para quem tem interesse em ler qualquer livro de Deuses do Egito...

Enquanto a série Os Deuses do Egito narra as aventuras de três jovens protegidos por Osíris, nesse prequel temos o início de tudo, como os deuses se tornaram o que são hoje, a autora narrou a sua própria maneira um pequeno pedaço da mitologia egípcia...

Eu sempre fui apaixonada por mitologias, mas confesso que não sou grande conhecedora da egípcia, mas pelo pouco que conheço já me encantei pela forma como a autora narra o amor de Ísis e Osíris, o florescimento do sentimento entre os dois e o quanto estão dispostos a abrir mão para ficarem juntos... a autora também narra a transformação de Seth, um deus ainda jovem, sem poderes aparentes que só descobre do que é capaz quando já tem o coração cheio de ira e ódio... e o quão ameaçador ele pode ser para todos...

Se o livro tem um defeito, eu diria que é ser curto demais... o final acontece em um momento de ápice e espero muito que a autora continue a narrar a vida desses deuses, tão humanos... aliás se tem uma coisa que eu amo em mitologia é que os deuses são tão humanos, tão cheios de defeitos, tão mesquinhos, com egos inflados e tudo mais... sei lá, essa forma de mostrá-los tão imperfeitos sempre me faz sentir um pouco melhor comigo mesma, acho que era justamente por isso que eram sempre descritos assim tão cheios de defeitos desde os primórdios da humanidade... apenas para afagar o ego de nós pobres mortais.

E vocês já leram? Estão lendo a série Os deuses do Egito? Me contem aqui nos comentários... vou adorar saber a opinião de vocês...

0 comentários:

Deixe seu comentário