Os 10 melhores livros que eu li em 2017 - lista da Mikaela

Tá um pouco tarde pra fazer uma retrospectiva dos melhores livros que eu li em 2017? Talvez.

Mas como toda hora é hora de relembrar e indicar bons livros, nada mais justo do que elencar 10 leituras que fizeram o ano passado um pouquinho melhor (lembrando que nem todos foram lançados em 2017). Vamos lá?


Ninfeias Negras - Michel Bussi 
Um final mais do que inesperado

Eu comecei esse livro achando que seria somente mais um romance policial de qualidade, mas sem tanta substância. Engano meu! Com um crime na idílica cidade de Giverny, na França, e a misteriosa relação entre três mulheres no vilarejo, Ninfeias Negras teve o final mais bombástico do ano.

Nunca, nunquinha, esperaria que a história tomasse esse rumo.

Vale muito a leitura! Não só pelo final, mas pela descrição da belíssima Giverny e das curiosidades sobre as obras de Monet.


Eu Sou Malala - Malala Yousafzai e Christina Lamb
Uma história e uma inspiração real

Para quem não conhece, Malala Yousafzai se tornou porta-voz dos direitos das meninas poderem frequentar a escola no Paquistão, mas levou um tiro no rosto do Talibã justamente por isso.

O relato de Malala detalha um Paquistão diferente do que conhecemos no noticiários e nos permite conhecer uma menina normal que teve a coragem de lutar pelo que acha certo.

Hoje, Malala frequenta a Universidade de Oxford e a sua história continua a inspirar milhares de meninas no mundo todo.
Um livro para ler, presentear, guardar na estante e admirar sempre!



O Fim da Eternidade - Isaac Asimov
Você quer ficção científica?

Minha primeira leitura em ficção científica e já foi uma das melhores. Apesar de eu ter ressalvas quanto ao próprio autor, O Fim da Eternidade é, sem dúvidas, um livro incrível.

Quando a viagem no tempo é usada para consertar os erros do passado para que a sociedade possa crescer, Andrew Harlan leva o seu trabalho tão a sério que mal tem emoções. Isso até conhece Noÿs Lambent, uma mulher totalmente diferente, que põe em risco toda a estrutura da Eternidade.

Uma história para mergulhar nas possibilidades do espaço-tempo e um final para ser lembrado como um dos melhores da Literatura.




Tem mais reviravolta que romance policial

Esse foi o ano de descobrir a maravilhosa Liane Moriarty. Encontrei esse livro na Bienal e ele tirou o meu fôlego! É incrível, viciante, fascinante e com uma escrita gostosa de ler. 

A vida da perfeitinha Cecilia, da melancólica Rachel e a decepcionada Tess estão unidas, de alguma forma, pelo segredo que a primeira descobre em um carta deixada pelo marido caso ele morresse. 

Parece clichê, mas a forma como as coisas acontecem são tão impressionantes que lembra bastante filmes como O Efeito Borboleta. Vale lembrar que vai virar filme com a Blake Lively.
Se eu recomendo? Corre logo pra ler!




A HBO também se apaixonou

Parece uma história de mulheres fúteis, mas, assim como a própria sociedade de classe média do enredo, isso é só a superfície. 

A amizade improvável entre a mãe solo Jane, a controladora Madeline e a frágil Celeste é o começo de uma história que termina em um assassinato na festa da escola. Parece que é um mundinho regado a fofoquinhas, mas a gravidade do que acontece sob as aparências é inimaginável. 

Série premiadíssima da HBO, Pequenas Grandes Mentiras é uma história linda sobre amizade entre mulheres contada pela RAINHA Liane Moriarty. Preciso dizer mais alguma coisa?



Um relato real mais impressionante que a ficção

Autobiografias não parecem interessantes, mas o relato da jornalista Jeannette Walls sobre a infância na pobreza com pais negligentes é linda, emocionante, enfurecedora e inspiradora. 

Não tenho palavras pra dizer como esse livro mexeu tanto comigo, mas o fato é que é um dos melhores que já li nos últimos anos.

 Ele virou filme recentemente com a Brie Larson, e recomendo bastante. Por favor, de verdade, leiam!




Limites para o King? kkkkkk

Entrando no gênero terror, Misery reina lindamente nessa lista. A história da enfermeira que aprisiona o seu escritor favorito surpreende de todas as formas. Não é monótona, é inquietante, uma verdadeira aula de como fazer suspense. 

Você vai arregalar os olhos e passar as páginas com a tensão do que vai encontrar a seguir.

Se você é fã do gênero ou do autor, é um livro must-read!




Resumo: não viaje no tempo

E se você pudesse deter o assassinato de John Kennedy? Como seria o mundo depois disso? Jake Epping descobre que tem a possibilidade de voltar no tempo e impedir um dos assassinatos mais chocantes dos tempos modernos. Mas claro que não vai ser fácil, né. E os resultados vai ser ainda mais chocantes.

Esse livro é tão UAU que nem sei se preciso ainda recomendá-lo, mas, olha, é uma grande história, com suspense, romance, angústia, terror, um pouco de fantasia e muita reviravolta. De Stephen King, não dá pra esperar menos.







A longa viagem a um pequeno planeta hostil - Becky Chambers
Uma ficção científica com jeito de futuro mesmo

Ainda vou publicar a resenha deste lindo livro de ficção científica. Longe de ser uma história somente sobre a viagem da tripulação, são mais episódios com personagens INCRÍVEIS e que trazem uma reflexão tão aprofundada sobre os humanos que parece mesmo algo que veio de outro planeta.

É ficção científica sem focar somente em homens héteros brancos, é ficção científica preocupada com a diversidade que, afinal, faz parte do futuro. Esse livro é uma linda descoberta de 2017!





Lady Susan - Jane Austen
Rainha, né mores

Não tem como eu ler um livro da Jane Austen e não colocá-lo na lista de melhores do ano! 

Bem curtinho e escrito no formato epistolar, com troca de cartas (séculos antes de Meg Cabot lançar livros com troca de e-mails), Lady Susan traz uma cativante vilã (bem Nazaré Tedesco) como personagem central de uma série de intrigas e mal-entendidos como só um livro da Jane Austen é capaz de fazer. 

Mesmo que não seja tão bom quanto as principais obras da autora, Lady Susan é um livro que os fãs de Austen precisam ler imediatamente! Adorei!




E você? Quais são os melhores livros que você leu em 2017?

2 comentários:

Deixe seu comentário