Mais Lindo Que a Lua (Irmãs Lyndon #1) - Julia Quinn


Mais Lindo Que a Lua, primeiro livro primeiro livro da série Irmãs Lyndon, é uma história irresistível sobre sobre reencontro e desafios, romantismo e perseverança.Foi amor à primeira vista. Mas Victoria Lyndon era a filha do vigário, e Robert Kemble, o elegante conde de Macclesfield. Foi o que bastou para os pais dos dois serem contra a união. Assim, quando o plano de fuga dos jovens deu errado, todos acreditaram que foi melhor assim.Sete anos depois, quando Robert encontra Victoria por acaso, não consegue acreditar no que acontece: a garota que um dia destruiu seus sonhos ainda o deixa sem fôlego. E Victoria também logo vê que continua impossível resistir aos encantos dele. Mas como ela poderia dar uma segunda chance ao homem que lhe prometeu casamento e depois despedaçou suas esperanças?Então, quando Robert lhe oferece um emprego um tanto incomum – ser sua amante –, Victoria não aceita, incapaz de sacrificar a dignidade, mesmo por ele. Mas Robert promete que Victoria será dele, não importa o que tenha que fazer. Depois de tantas mágoas, será que esses dois corações maltratados algum dia serão capazes de perdoar e permitir que o amor cure suas feridas?


Esse livro possui uma história de amor bem simples, a autora mesmo fala no prólogo que se os pais dos protagonistas não tivessem sido contra o relacionamento, provavelmente os dois teriam logo se casado e seriam felizes pro resto da vida...

Claro que pra ter uma boa histórias as coisas não poderiam ser tão fáceis assim... mas o fato é que os personagens se apaixonaram perdidamente a primeira vista quando ainda eram bem jovens, ele era o herdeiro do conde de Macclesfield, enquanto ela, a filha do vigário... ambos os pais foram contra o relacionamento dos dois...

O pai dela sempre achou que Robert estava interessado em apenas se aproveitar da filha, enquanto o pai dele, sempre achou que Victoria estava interessada nas posses de Robert e não o amava de verdade...

Os dois jovens decidem então fugir, mas a fuga dá errado e quando Victoria consegue ir atrás de Robert para se explicar, descobre que ele foi embora para Londres e não pretende mais voltar... ela passa a acreditar nas palavras do seu pai, de que Robert não a amava de verdade e só queria se aproveitar da sua inocência...

Desconsolada, ela vai embora de casa e passa a trabalhar como preceptora para outras famílias nobres... sete anos depois eles se reencontram, ele como um nobre, lindo, invejável e ela como a preceptora de uma criança mimada e tendo que aguentar os mandos e desmandos dos seus patrões, ambos são cínicos e não acreditam mais no amor e nem esperam mais se apaixonarem...

Depois de se reencontrarem que ainda guardam sentimentos um pelo outro, mas ambos ainda acreditam que foram enganados pelo outro e até que essa confusão se resolva Robert ofende ainda mais Victoria oferecendo um "emprego" como sua amante...

Robert era um jovem extremamente apaixonado e se torna um homem muito cínico, ele acredita piamente que Victoria só estava interessada em ser condessa e por isso não quis fugir com ele e sequer para pra pensar em tudo o que aconteceu, mas fica completamente abalado quando a reencontra, ele fica furioso ao ver como ela é tratada pelos patrões e pelos convidados da casa onde ela trabalha e só dificulta ainda mais a vida de Victoria... mas está determinado a tê-la de volta, quando ela recusa ser sua amante e desaparece novamente, é que ele começa a ser mais racional e descobre que ainda a ama mais do que nunca... eu, particularmente, adorei ver ele correndo atrás dela e ela nem aí pra ele...pouco se lixando pro título, por dinheiro, pelos presentes... foi muito bom ver um mocinho rico correndo atrás da mocinha pobre, só pra variar...

Já Victoria apesar de desiludida com Robert, logo percebe que houve um mal entendido no passado, mas agora não está mais disposta a tentar um relacionamento com ele... agora mais madura, ela percebe melhor o quanto os dois são de mundos diferentes e a única coisa que ela almeja é viver tranquilamente, podendo trabalhar onde gosta e encontrando seu sustento... Ela não tem mais ilusões no amor e não acha que pode ser feliz ao lado de Robert...

E assim o amor que era pra ser bem simples se torna complicado, com os dois tendo vivido muitos anos separados e machucados... Com todo sofrimento Victoria cresce, amadurece e se torna uma mulher forte e admirável, mas Robert se torna um homem pior e precisamos acompanhar sua história ao longo de todo o livro para que ele enfim possa voltar a ser um bom homem...

É uma história relativamente simples, bem diferente dos outros livros da autora e por isso acho que decepcionou muitos leitores, definitivamente não é um dos melhores trabalhos da Julia, principalmente se você comparar com outros livros já publicados... espero que o segundo seja melhor, fiquei bem curiosa para saber mais sobre a irmã da Victoria.

0 comentários:

Deixe seu comentário