[Campanha Leia.Seja] Quais livros marcaram a minha vida?


Já ouviu falar na campanha Leia.Seja? A iniciativa é para homenagear o livro como agente transformador da sociedade. Por isso que celebridades como Bela Gil, Cauã Reymond, Pedro Bial, além de outros, se vestiram de personagens importantes da literatura.

Para participar dessa campanha de incentivo à leitura e, como estamos na semana do Dia do Livro, resolvi elencar 3 livros que marcaram a minha vida. Desta vez, não escolhi os clássicos que sempre coloco em listas como essa (como Orgulho e Preconceito rs), mas selecionei histórias diferentes (beem diferentes mesmo) que permaneceram na minha mente. Vamos lá?




O Auto da Compadecida - Ariano Suassuna

Não podia deixar de incluir um livro brasileiro na lista, né? Eu simplesmente adoro essa história. Escrita em formato de peça, O Auto da Compadecida é um daqueles livros clássicos que te fazem rir e se emocionar. A narrativa é leve, precisa, esperta e extremamente bem escrita.

Para quem nunca assistiu o filme MARAVILHOSO com Selton Mello e Matheus Nachtergaele, o enredo é sobre as aventuras do esperto João Grilo e seu ingênuo amigo Chicó no sertão da Paraíba. As confusões são tamanhas que João Grilo vai precisar acertar as contas em um tribunal com Jesus e o Diabo, além, claro, de Nossa Senhora, que é quem dá nome ao título.

Esse livro foi lido na minha pré-adolescência, mas continuo amando a história até hoje. Acho que as histórias do Nordeste (especialmente as que retratam o sertão de décadas atrás, como essa) são carregadas de um humor e misticismo bastante peculiares, que traduzem uma cultura importante para o povo brasileiro.


 Garota Exemplar - Gillian Flynn

Mudando radicalmente o estilo (e o local da narrativa), vamos para um livro de suspense, com personagens de caráter duvidoso e reviravoltas avassaladoras.

Amy Dunne desaparece no dia do seu aniversário de casamento com Nick. A polícia, então, encontra um diário relatando a história de amor dos dois que vai caminhando para uma direção cada vez mais sombria, tornando Nick o principal suspeito. Ele nega que tenha algo a ver, mas onde estaria Amy?

A narrativa é super sincera, crua e nos faz até mesmo gostar de quem não é exatamente uma pessoa boa na história. Tem uma ótima reflexão sobre a garota ideal que muitos caras sonham em ter e como tudo isso é uma mera fantasia. Um livro que sacode você!


A Garota que Perseguiu a Lua - Sarah Addison Allen

Trocando o estilo novamente, vamos para uma leitura fofa e - por que não - mágica! Esse livro eu ganhei de presente, mas a história é tão encantadora que eu compraria qualquer livro da autora sem pestanejar.

Após perder a mãe, Emily vai morar com o avô na pitoresca cidade de Mullaby, em um quarto cujo papel de parede muda com o seu humor. Ao mesmo tempo, Julia volta para a cidade para acertar contas com o passado. Logo, as duas descobrem que têm mais em comum do que pensam e se unem para desvender mistérios do passado e o segredo das luzes fantasmagóricas.

A Garota que Perseguiu a Lua é uma história pra aquecer corações, sem deixar de trazer dramas de forma leve e deixar o seu dia melhor! Devia virar uma série, apenas acho!




A campanha Leia. Seja é realizada pelo Sindicato Nacional de Editores de Livro e você pode saber mais sobre ela por aqui! Aproveite para curtir a página da campanha!




E você? Quais livros marcaram a sua vida?


via GIPHY


Participe do nosso sorteio!


2 comentários:

  1. Eu acho a ação muito legal e gostei muito de seu post. Sempre tem aquele livro que marca. Tenho muito vontade de ler Garota Exemplar. Vi o filem e adorei.

    Vidas em Preto e Branco

    ResponderExcluir
  2. Oi, Lary! Obrigada :)
    Garota Exemplar é um livro que eu sempre recomendo!
    Beijos!

    ResponderExcluir