Nada Escapa a Lady Whistledown (Lady Whistledown #2) - Julia Quinn

Em Nada Escapa a Lady Whistledown, a cronista eternizada por Julia Quinn continua a revelar os acontecimentos mais apimentados da temporada londrina. Suas colunas são o fio condutor das quatro histórias que formam esta encantadora e divertida coletânea.
Há tanto a ser dito sobre o baile oferecido por lady Trowbridge, em Hampstead, que esta autora não teria como contar tudo em só uma coluna... Crônicas da sociedade de lady Whistledown, maio de 1813
Julia Quinn encanta...
A alta sociedade está em polvorosa, afinal a debutante mais promissora da temporada foi rejeitada por seu pretendente... apenas para ser conquistada em seguida pelo charmoso irmão mais velho do canalha que não a quis.

Suzanne Enoch fascina...
Um futuro noivo fica sabendo que o comportamento escandaloso de sua bela prometida foi parar na coluna de lady Whistledown e volta correndo para Londres com o intuito de ganhar o coração da moça de uma vez por todas.

Karen Hawkins seduz...
Um conhecido libertino tem sua amizade mais antiga e seu coração postos à prova quando uma adorável dama se encanta por outro cavalheiro.

Mia Ryan delicia...
Uma jovem é despejada da própria casa por um detestável – embora charmoso – marquês que pretende tomar posse não apenas do imóvel, mas também de sua antiga moradora.
LANÇAMENTO: 09/04/2018 
TÍTULO ORIGINAL: THE FURTHER OBSERVATIONS OF LADY WHISTLEDOWN 
Editora: Arqueiro 
NÚMERO DE PÁGINAS: 320
Avaliação (de 0 a 5): 5,0



O livro tem em destaque o nome da autora Julia Quinn na capa porque ela criou, digamos, que a ambientação dessa série e coordenou todas as histórias, mas outras autoras que são maravilhosas escrevendo livros de época, contribuíram cada uma com uma história, são elas: Suzanne Enoch, Karen Hawkins e Mia Ryan.

Não vou me estender falando individualmente de cada conto, mas vou falar do livro como um todo, e ele até pode ser considerado mesmo uma obra só... 

Eu paguei minha língua com esse livro, porque sempre disse que não gostava de livro com vários contos, que preferia um livro com apenas uma história, que em poucas páginas era impossível escrever uma história sólida e mais um monte de bobagens, agora eu vejo... tanto que li fora de ordem porque quando o primeiro livro da série saiu, eu nem dei bola... aí assim que terminei de ler esse, estava tão encantada que saí que nem uma louca atrás do primeiro... então eu garanto, por experiência própria, que não é necessário você ler os livros em ordem... mas... será mais gostoso se você tiver lido a série Os Bridgertons até o livro do Colin pelo menos...

Primeiro de tudo a ideia de explorar as crônicas da maior fofoqueira de Londres é sensacional, confesso que achei que a série Os Bridgertons perdeu muito do seu brilho quando a fofoqueira anônima foi desmascarada e encerrou suas colunas, isso deveria ter acontecido só no último livro da série... então ressuscitar a coluna dessa forma é genial...

Em segundo lugar as tramas das quatro histórias estão perfeitamente amarradas pois elas convergem para um evento em particular, os personagens dos contos se encontram, falam uns dos outros, então é como se você lesse cada história em uma perspectiva diferente, mas que todas fazem parte de um todo...

Sinceramente não consigo apontar qual dos contos eu amei mais... talvez o segundo conto tenha uma leve vantagem pois tem personagens mais maduros e com personalidades mais exóticas, mas a escrita das autoras é tão semelhante que eu teria dificuldade em apontar quem escreveu o que, e até mesmo apontar que não foram escritas pela mesma pessoa se já não soubesse...


Já havia visto vários livros onde autores se juntam para formar uma só obra com vários contos, geralmente com temas semelhantes, mas como esse, sinceramente nunca vi igual e juro juradinho que não vou mais torcer o nariz pra esse tipo de livro, pelo menos não antes de lê-lo...

Mesmo para quem nunca leu um livro de época, esse é um bom início... as histórias são curtas, dinâmicas e tão envolventes que eu queria mais, um livro inteiro pra cada casal pelo menos... para quem gosta de livros de época, esse é um daqueles que nos enchem de suspiros...

0 comentários:

Deixe seu comentário