Retratos falados dos meus amores impossíveis - Fabio Baptista


De uma singela cafeteria, ao último pôr do sol. Das lembranças mais doces da infância, às histórias inventadas nos bares da vida. Saudades, medos, angústias, cascas de cebola, amores eternos e corações partidos se entrelaçam nessa coletânea que explora, com beleza e sensibilidade raras, as diversas facetas dos sentimentos que nos fazem humanos.
Autor: Fabio Baptista
Ano: 2016 / Páginas: 130
Editora: FSB Books
SKOOB


Classificação: 4 estrelas

Eu leio poucos livros de contos, dificilmente eles me prendem tanto a atenção e acho que essa é a grande dificuldade do autor, prender a atenção do leitor logo de cara... e por isso eu confesso que esse livro me surpreendeu...

Logo no primeiro conto o autor narra uma cena comum, uma mulher tomando café, mas ele narra de uma forma bem descritiva e me fez ter um vislumbre do personagem e de toda a cena, quase que me transportando... e eu fui fisgada... depois desse primeiro conto, li todos um atrás do outro e reli alguns antes de escrever essa resenha...

Abraham Lincoln: Caçador de Vampiros - Seth Grahame-Smith.


Sinopse: Indiana, 1818. Sob o luar que se insinua por entre a densa floresta, uma pequena cabana se destaca. Dentro dela, o pequeno Abraham Lincoln, com apenas nove anos, está ajoelhado ao lado da cama em que a mãe agoniza, acometida do que os antigos chamavam de doença do leite.
Meu pequeno bebê..., sussurra ela antes de morrer. Anos mais tarde, o magoado Abe descobriria que o mal que vitimou sua mãe foi, na realidade, obra de um vampiro.
Então, quando a verdade se revela ao jovem Lincoln, ele registra em seu diário: (...) minha vida será rigorozamente estudar e me dedicar. Aprenderei tudo. Tornarei-me um guerreiro maior que Alexandre. Minha vida terá um único propósito. Dotado de impressionantes altura, força e habilidade com a machadinha, Abe traça um plano de vingança que acabará por levá-lo à Casa Branca.
Seth Grahame-Smith reconstitui a história real do maior presidente da história norte-americana e desvenda todos os segredos da Guerra de Secessão, além de revelar o papel crucial que os vampiros desempenharam no nascimento, na ascensão e no (quase) declínio dos Estados Unidos. 
Título: Abraham Lincoln: Caçador de Vampiros.
Editora: Intrinseca.
Ano: 2010.
Páginas: 336.

 Classificação: 5.

Oie, tudo bem?
Hoje vim falar de um livro que me conquistou muito, eu não gosto muito de livros com vampiros, e até agora nenhum tinha me chamado  a atenção, foi então que vi o filme, gostei, e descobri que tinha o livro. Claro que fui ler, e essa história incrível de caçador de vampiros me conquistou ainda mais. 

Livros de terror para quem não quer ter (muito) medo



Se você é como eu, que adora sentir a tensão de um livro de suspense/terror, mas também gosta de dormir à noite, essa lista é ideal. Reuni desde o suspense fraquinho a um livro de um dos mestres do terror!


[FILME] AVE, CÉSAR!

Os Irmãos Coen são conhecidos por terem criados obras com sua própria identidade e serem roteiristas/diretores muito versáteis. Ave, César! também tem sua particularidade com um time de atores valorizados na Hollywood atual. Ave, César é uma grande homenagem a Era de Ouro do cinema, e também uma crítica a indústria cinematográfica mundial.

Nota:

Baía da Esperança - Jojo Moyes

Liza nunca conseguiu fugir do passado. Mas nas praias paradisíacas da encantadora comunidade de Silver Bay ela ao menos encontrou a liberdade e a segurança que procurava se não para ela, para sua filha pequena, Hannah, até que Mike Dormer se hospeda no hotel que Liza administra com a tia.
Um perfeito cavalheiro inglês, com roupas elegantes e olhar sério, Mike pode significar o fim de tudo que Liza trabalhou arduamente para proteger: não apenas o negócio da família e o lugar que tanto gosta, mas principalmente a convicção de que ela nunca amaria nem seria digna de amor outra vez.

Autora: Jojo Moyes
Editora: Intrínseca
301 páginas




Antes que você suspire com essa sinopse, já vou logo avisando: esse livro não é para os leitores mais românticos. Contudo, ele emociona, te envolve na história e, claro, dá um pouco de romance também.